sábado, 28 de julho de 2012

Erros Teológicos dos "Reformistas"


Retirado da seção caixa de perguntas da revista adventista de abril de 1941

A Mulher de Apocalipse 12

Que representa a "mulher" de Apocalipse 12, e quem é "o resto da sua semente"? Os reformistas afirmam que a mulher representa a nossa igreja e o "resto da sua semente" é um símbolo do movimento deles. Gostaria de ter uma explicação.


Um estudo cuidadoso das escrituras revela que o símbolo de uma esposa fiel e pura é empregado várias vezes para representar a verdadeira igreja de Deus na terra (Ver Jer. 6: 2; II Cor. 11: 2; Gál. 4: 26; Apoc. 21: 2, 9; 22:17), ao passo que uma esposa infiel ou mulher impura significa uma igreja apostatada (Ver Oséias 1-3; Ezeq. 23; Apoc. 17).

Notemos os característicos desta mulher de Apocalipse 12:

1. Está vestida do sol (Apoc. 12:1). Já que o vestido representa o caráter do individuo (Isa. 64:6; Zac. 3:1-5; Apoc. 19:8) , e Cristo é o "sol da justiça" (Mal. 4:2; S. João 1:4, 9; 8:12) , depreende-se que a mulher está vestida do caráter glorioso de Cristo.

2. Tinha a lua debaixo de seus pés. A lua não tem luz própria, mas recebe-a do sol. Em comparação com a luz direta do sol, a da lua é muito débil; mas à noite, quando não temos a luz do sol, a da lua é muito apreciada. Se o sol, de que a mulher está vestida, representa o caráter de Cristo, do qual depende a salvação dos pecadores, a lua deve representar algum meio que o reflete. Encontramos este reflexo nas Sagradas Escrituras: a "palavra dos profetas", que constitui uma lâmpada para os nossos pés e uma "luz" para o nosso caminho (I S. Ped. 1:19; Sal. 119:105). Também se encontra indiscutivelmente nos ritos e símbolos do culto dos hebreus, que simbolizava o caráter e a obra salvadora de Jesus.

A lua debaixo de seus pés quer dizer que as profecias e os ritos e símbolos do culto hebreu constituem a base segura para os pés da mulher.

3. A coroa de doze estrelas representa, sem dúvida, os doze apóstolos de Jesus, que, por certo, ensinaram a justiça a muitos (Dan-12:3), bem como os que depois haviam de continuar a tarefa como dirigentes da igreja de Deus, sob a guia de Cristo e do Espírito Santo (Apoc. 1:20).

Limitar a mulher à igreja adventista hodierna não está de acordo com a descrição dada em Apoc. 12:1-6, posto ser evidente que ela representa também a igreja israelita ao tempo do nascimento de Jesus. Temos de reconhecer que esta mulher representa a verdadeira igreja de Deus na terra, desde o nascimento de Cristo até o fim. A semente da mulher representa em primeiro lugar a Cristo, a Semente prometida (Gên. 3:15, última parte) que por fim havia de aniquilar "a antiga serpente, chamada o diabo, e Satanás" (Apoc. 12:9). Segundo: representa a todos os filhos de Deus que vivem na terra e estão redimidos em virtude do sacrifício efetuado por nosso Salvador (Gên. 3:15, primeira parte). Em Apocalipse 12:17, o "resto da sua semente" ou, conforme a tradução de Figueiredo, os "outros seus filhos", representam os verdadeiros filhos de Deus que viverão na terra nos derradeiros dias, constituindo a última fase da história da gloriosa mulher de Apocalipse 12. A mulher representa a verdadeira igreja de Deus considerada como uma unidade, ao passo que a semente, as pessoas que a compõem.

É evidente que o astuto inimigo que tem estado em guerra contra a igreja de Deus, desde seu primeiro encontro com Eva no Jardim do Éden, reconhece esta identidade entre a mulher e a semente, pois a passagem de que nos ocupamos agora diz: " E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao resto da sua semente. " Para ele, tanto "a mulher" como o "resto da sua semente" são inimigos.

Muito diferente é o caso da mulher caída, Babilônia, descrita em Apocalipse 17, que está em completa harmonia com a besta de cor escarlata (evidentemente, idêntica ao dragão vermelho de Apoc. 12).

Diz a Sra. White: "O termo 'Babilônia' é derivado de 'Babel' e significa confusão. É empregado nas Escrituras para designar as várias formas de religião falsa ou apóstata." — O Conflito dos Séculos, pág. 381. "A mulher (Babilônia) descrita em Apocalipse 17... é Roma." — Idem, pág. 382. Pela citação anterior depreende-se que "Roma" aqui significa a igreja católica, romana.

"Os reformistas" evidentemente se enganam ao procurarem estabelecer uma distinção entre a mulher gloriosa de Apoc. 12 e o "resto da sua semente". Afirmam que esta mulher representa a última fase de sua história, em que apóstata da fé. Para refutar semelhante interpretação basta dizer-se que está em total desacordo com o quadro profético de Apoc. 12, que de princípio ao fim trata de uma só mulher pura, a igreja fiel.
A mulher impura, que se chama Babilônia e representa a igreja apóstata, é apresentada em Apoc. 17 e 18, cuja descrição é tão distinta da mulher de Apoc. 12, que é impossível
haver confusão entre ambas. Os "reformistas" devem sentir-se em apuros quando têm de recorrer a tais interpretações confusas para sustentar sua tese.

8 comentários :

  1. ADVENTISTAS estudam, estudam, estudam...E ERRAM FEIO! COMETENDO HERESIAS "GRITANTES"...Como por exemplo: ENSINAR QUE JESUS CRISTO É O ARCANJO "MIGUEL"...

    A terminação "EL" também está no nome do anjo Gabriel. Por isso, Gabriel é o Senhor Jesus?

    * Muitas heresias são encontradas em diversos grupos religiosos que TENTAM INTERPRETAR AS ESCRITURAS COM A MENTE CARNAL, E O RACIOCÍNIO HUMANO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Junior, acho que entrou em blog errado. Aqui não se discute as doutrinas adventistas, mas de uma igreja dissidente dela que saiu em 1914 e vive criticando a igreja adventista.

      Excluir
    2. sou reformista, estudo em escola adventista, amo muito os adventistas, e em geral, nós somos muito amigos dos advenistas, claro que como tem irmãos adventistas que criticam a reforma, tem irmãos reformistas que criticam os adventista, mas em geral, temos muito apresso pela igreja adventista

      Excluir
  2. meu nome é Gabriel, sou reformista, me ofendi nesse blog, tudo o que eu li aqui não existe, em questão de doutrinas esse blog está fazendo uma bagunça muito grande, vcs não sabem como é realmente a reforma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriel, eu fui reformista por 16 anos e meu marido 30 anos. Sabemos muito bem o que é a reforma e suas doutrinas. Você que está desinformado sobre sua igreja e foi enganado como nós fomos. Sugiro que reveja seus conceitos!

      Excluir
  3. Silvana, vc foi reformista 16 anos e pelo jeito não aprendeu nada!! Nunca ensinamos que a mulher de apocalipse 12 representa a IASD. Desafio vc a mostrar alguma publicação oficial neste sentido. Ou faça isto ou exclua esta falsa e mentirosa afirmação!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alto clamor, essa história de que a reforma representa a semente da mulher de apocalipse 12 é comum dentro da igreja reformista. É só perguntar a um membro mais antigo que ele vai dizer que eles são a semente da mulher e que a igreja adventista é a mulher. Coisa mais comum que se ouve no meio reformista. Quanto a ter algo escrito não me lembro se tem ou onde tem. Provavelmente tem, mas ando sem tempo para isso no momento. Vou pedir para meu marido procurar para mim e depois posto para você, vê que sua igreja é incoerente, apesar de você já desconfiar, mas resiste ao obvio.

      Excluir
  4. Amós 3:3 indaga: "Andarão dois juntos se não estiverem de acordo?" - e que a Srª White havia profetizado: "Muitos que agora estão apenas meio convertidos no tocante à questão de comer carne, se afastarão do povo de Deus para não mais andar com eles.” Eventos Finais, pág. 82. - Assim, a IASD e a IASD MR não podem andar juntas pois discordam em muitos pontos: questão de comer carne, questão de divórcio e novo casamento etc. Assim, aos adventistas que criticam e odeiam a IASD MR desejo que tenham boa saúde, tenham boa situação financeira, vivam felizes em seus lares, e se salvem...Pois isso é o que ensina Jesus em Mateus 5:44... Em Mateus 5: 11 e 12 Jesus chama de bem-aventurados os que sofrem perseguição e maledicência, pois os profetas anteriores também foram perseguidos e injuriados...

    ResponderExcluir

Ao fazer seu comentário lembre-se de falar sobre o tema da postagem e não coloque endereços de outros sites e blogs. Não publico comentários que não estejam de acordo com as regras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...