segunda-feira, 29 de outubro de 2012

História da IASD-MR segundo Wanderson Farias

“Os que têm proclamado ser a igreja Adventista do Sétimo Dia Babilônia, têm feito uso dos Testemunhos para dar à sua atitude um aparente apoio: mas por que é que não apresentaram aquilo que por anos tem sido a preocupação de minha mensagem: unidade da igreja? Por que não citaram as palavras do anjo: "Uni-vos, uni-vos, uni-vos"? Por que não repetiram a advertência nem declararam o principio de
que na “união há força, na divisão há fraqueza"? 2TS-361

*1912 - Um grupo de adventistas alemães baseados em sonhos, que eles chamavam de visões, iniciou um movimento que anunciava o Alto Clamor para a primavera daquele ano. Chegando até a publicar artigos falsos em nome de Ellen White para justificar suas ações.

*1914 - Conradi, presidente da divisão europeia, sem avisar o conselho envia um documento assinado por ele, Drinhaus e HF Schubert ao governo alemão autorizando a ida dos jovens à guerra.

Apesar de manifestações contrárias por parte dos presidentes das uniões: escandinava, latina e britânica, Conradi permaneceu irredutível em sua decisão.

*1914 - O movimento dissidente iniciado em 1912 aproveita-se da situação criada pela guerra e acusa toda a igreja adventista de apostasia. Já que as visões não tinham sortido o efeito esperado, fizeram da atitude de Conradi seu principal álibe. Por conta disso, quase 2% dos membros alemães saíram da comunhão. Em 1914 havia 150 mil membros na igreja alemã.

*1915 - O movimento dissidente já estava organizado sob o nome: Sociedade Missionária Internacional.

*1915 - Morre Ellen Gold White aos 87 anos.

“Deixo Instruções para que meu corpo seja sepultado com as devidas cerimônias religiosas da Igreja Adventista do Sétimo Dia, sem aparato ou ostentação”. Testamento de Ellen White.

*1915 - O concílio de Otoniel (FALL) se reúne em Loma Linda. Na ocasião Conradi tentou convencer os líderes da igreja de que havia feito o correto, mas o concilio se manifestou contra a ideia de Conradi e recomendou que ele desistisse da ideia. Quando Conradi regressou à Alemanha publicou na revista da Divisão Europeia que a Conferencia Geral apoiou sua atitude.

*1917 - O movimento de Reforma denuncia a Igreja Adventista em uma circular de babilônia.

*1918 - Acontece a primeira divisão no movimento dissidente. O que chegou a ser chamado de terceiro partido ou Igreja adventista do Sétimo Dia do Trato.

*1919 - Muda-se o nome para Sociedade Missionária internacional dos Adventistas do Sétimo Dia Estabelecidos sobre a velha Plataforma de 1844 em reunião realizada na Suíça. D. Nicolici, que era líder dos dissidentes romenos estava presente nessa reunião.

*1920 - Na reunião de Fridensau Conradi confessa publicamente seu erro em ter autorizado a ida dos jovens à guerra. Inocentou a igreja.

*1920 - O pr. Daniels, na reunião de Fridensau, abre os braços e pede que os dissidentes voltem e unam-se, mas eles não quiseram regressar ao seio da igreja. Negaram o perdão.

*1921 - Por sugestão de Otto Welp é sugerida uma assembleia internacional em Wurzberg, Alemanha com os grupos dissidentes. Isso porque Otto Welp já tinha um escritório lá e todas as articulações internacionais deviam ser feitas por ele.

*1922 - Uma nova reunião é feita com os dissidentes, mas eles persistem em não regressar.

*1923 - Muda-se o nome para Sociedade Missionária dos Adventistas do Sétimo Dia Movimento de Reforma.

*1923 - Dorscheler o mais destacado fundador do Movimento de Reforma separa-se do grupo e funda sua própria igreja: Igreja Reformada Holandesa. Dorscheler não apoiava o casamento e sua própria filha fugiu pra se casar em outro país e ele mesmo registrou todas as propriedades da igreja em seu nome. Pouco tempo depois em 1936, após abandonar sua nova igreja, ele morria em uma casa de alienados... Isso foi o fim de sua história, uma história de oposição.

*1924 - Morre o pr J. N. Loughborough um dos fundadores da Igreja Adventista, 12 anos após o surgimento do Movimento de Reforma. Fiel na igreja que ajudou a fundar.

*1927 - Spanknobel um dos principais fundadores do Movimento de Reforma ao lado de Dorscheler abandona a facção e organiza sua própria igreja nos EUA e em 1934 se filia ao partido alemão e toma-se um dos principais do movimento nazista nos EUA. Abandonou sua igreja e sua fé reformista.

*1932 - Conradi abandona a Igreja Adventista e funda sua própria organização com a ameaça de arrastar com ele todos os membros da Igreja Adventista na Alemanha. O que não aconteceu. Poucos foram com ele. E hoje o grupo de Conradi não mais existe. Este foi Conradi, um rebelde declarado.

*1934 - Maas assume a presidência da Conferencia Geral, apesar do Genro de Welp o ter acusado de adultério. O concilio decidiu que não havia provas suficientes. 4 anos antes de sua morte,ele que havia se enfermado de câncer, confessou que tinha, por 16 anos, vivido com 3 mulheres. Esse foi o segundo presidente da conferencia Geral dos reformistas. Leiam o que é citado sobre ele no Livro do Pecado, publicação reformista:

"O irmão Maas é um dos mais perigosos ladrões que jamais tivemos entre nós.”

*1936 - A GESTACO, interditou a igreja reformista alemã e confiscou seus bens por se portarem contra as leis do país. E já que havia uma dissensão na igreja dos EUA com risco de separação, a Conferência Geral mudou-se para lá e se registrou com o nome fantasia de Conferência Geral dos Adventistas do Sétimo Dia Movimento de Reforma.

*1937 - Morre W.G.White, Terceiro filho da irmã White, como fiel ministro adventista conforme a profecia de Ellen G. White: “Foi-me mostrado também que meu filho, W. C. White, seria meu ajudante e conselheiro, e que o Senhor poria sobre ele o espírito de sabedoria e são discernimento. Foi-me mostrado que o guiaria, e que ele não seria desviado, porque reconheceria as direções e orientação do Espírito Santo.” - 1ME:54.

W.C. White morreu aos 83 anos. Ele era secretário da mesa diretora dos depositários dos bens de Ellen White e era membro da comissão da Associação Geral. Hoje o pr. Arthur L. White, filho de W.C. White é o secretário do Ellen White Publications.

*1937 - O movimento de Reforma já tinha se divido 26 vezes só na Europa em novas facções separadas organizadas em pequenos grupos, a maioria dos quais nem existem mais.

*1939-1941 — O pr. reformista Otto Welp, primeiro presidente da Conferência Geral, sai do Movimento de Reforma e funda um grupo próprio. Antes de sua saída ele passava de casa em casa recolhendo o dízimo sem prestar contas e dizia que o sumo sacerdote de Deus não precisava dá satisfações.

*1948 - A Conferência Geral se reúne pra resolver graves problemas da igreja nos EUA. Rebelião... D. Nicolicci foi enviado pra solucionar os problemas e acaba se unindo aos rebeldes e trazendo mais problemas.

*1948-1951 - O Movimento de Reforma perdeu ¼ dos seus membros, passando de 12.200 a 10.700 a nível mundial por causa das dissensões que havia. Lembrando que desses 10.700 membros 6.000 estavam sem comunicação, pois faziam parte dos países da “Cortina de Ferro”. Ou seja,em 1951 haviam somente 4.700 membros.

*1951 - A dissensão estava pior ainda. Após 15 dias de reunião na sessão da Conferência Geral, o Movimento de Reforma se dividiu em duas facções... Carlos Kozel que era o atual presidente da Conferência Geral disputava a reeleição com D. Nicolici. Haviam 25 delegados presentes que poderiam votar. Chegando a votação Carlos Kozel ganhou por 14 votos contra 11 de D. Nicolicci. Mas D. Nicolici tinha em mãos 26 procurações dos reformistas europeus com as quais, segundo ele, poderia votar. Mas os delegados presentes não aceitaram os votos por procuração e a presidência foi dada a Carlos Kozel. D. Nicolicci, revoltado com a derrota e a posição da maioria dos delegados, se retirou antes mesmo de terminar a sessão e junto com seus aliados, entre eles o pr. Lavrik, separou-se e fundou outro movimento de Reforma, os seguidores de D. Nicolicci ou lavrikistas.

*1952 - É realizada uma reunião de conciliação nos EUA sem muito sucesso. Mas acordaram usarem judicialmente o mesmo nome de registro adotado em 1949. Haja vista o grupo de D. Nicolicci ter a maioria dos líderes nos EUA. Mas esse acordo não surtiu efeito quando o grupo de D. Nicolicci tomou a maioria na Europa e consequentemente suas propriedades e o grupo de Carlos Kozel entraram com ação judicial para reaver essas propriedades. O que não deu em nada, pois usavam o mesmo nome de registro americano. Com mais essa dissensão, o grupo de Carlos Kozel une-se a outro grupo oriundo do Movimento de Reforma fundado por membros excluídos em 1949, por ele mesmo Carlos Kozel na ocasião em que era presidente. O interessante é que Carlos Kozel chegou a chamar Kramer e outros dois líderes desse grupo de “os três espíritos imundos”.

O grupo de Kramer era conhecido como grupo de Denver. E esse mesmo Kramer chegou a ser presidente da Conferência Geral dessa facção e anos mais tarde regressava à Igreja adventista do Sétimo Dia.

*1952 - O grupo original liderado por Carlos Kozel após a união com o grupo de Denver manteve o nome original de 1923: Sociedade Missionária Internacional dos Adventistas do Sétimo Dia Movimento de Reforma, com sede inicial na Dinamarca e depois em Chicago, Illinois, USA com 31.000 membros em todo mundo.

*1953 - D. Nicolici que tinha a maioria nos EUA, que divergiam assim como ele da Conferência Geral, se apossou do nome fantasia da igreja e coloca como nome oficial de seu novo movimento: Conferência Geral dos Adventistas do sétimo Dia Movimento de Reforma com sede em Roanoke, VA, USA com 33.000 membros em todo o mundo.

*1966 - D. Nicolici e J. Nicolici (filho) se separam da facção reformista iniciada em 1951 e fundam seu próprio grupo na Austrália depois de vários com A.Lavrik seu principal apoiador na dissensão de 1951. Eis o que A.Lavrik disse sobre D.Nicolici:

“... pois ele, o velho, revelou contudo que, sem escrúpulo sem vergonha e sem consideração alguma é rebelde aberto contra a conferência geral e tenta fazer outro movimento...”

“... Assim que não há outra coisa a esperar do que declarar Nicolici velho e J. Nicolici da mesma obra ou pior ainda, pois o que J. Nicolici fez no seu campo o pai fez fora do seu campo... se isto não é rebelião, jamais houve outra rebelião.”

“... Nicolici, porém, deve ser posto fora do ajuste: ele é o bode emissário, o mais culpado de todos no assunto de todas rebeliões...”


*1967 - É convocada uma reunião de unificação entre as facções Kozelistas e Lavrikistas. Foi proposta a ideia de que os dois presidentes depusessem seus cargos e se fizesse uma eleição pra escolher a nova liderança, mas a facção dos Lavrikistas não aceitou a ideia e a unificação foi adiada.

*1970 — O Pr. Arthur L. White escreve uma carta negando a autenticidade do trecho de um livro supostamente escrito por Ellen White intitulado “TAKING UP THE REPROACH”. Esse trecho era usado pelos reformistas para acusar a Igreja Adventista. Isso é crime e uso de má fé. Após a publicação dessa carta não há indícios de que os reformistas tenham contestado judicialmente sua inocência.

*1976 - Surge mais uma facção avassaladora oriunda do Movimento de Reforma (Lavrikistas) e fundam uma nova igreja denominada Igreja do Sétimo Dia Movimento do Advento, conhecida também como ‘Igreja dos Costas”.

*1993 - Acontece mais um capítulo da tentativa de unificação entre as duas facções reformistas. E mais uma vez o desejo de supremacia vence e a unificação adiada. E até os dias atuais a história desses dois grupos se resume em acusações um contra o outro: os lavrikistas tentando provar de todas as maneiras que são os originais e os kozelistas mantendo o respaldo dos fatos de 1951: os lavrikistas se separam da Conferência Geral liderados por D. Nicolicci.

Os kozelistas não saíram e sim os lavrikistas ao não se conformarem com o resultado das votações que deram a presidência a Carlos Kozel.

O espírito de disputa é tão evidente que D. Nicolicci dividiu o Movimento de reforma em 1951 e anos mais tarde em 1966 saiu do grupo formado por ele como resultado da divisão e fundou outro movimento na Austrália com a ajuda de seu filho J.Nicolicci.

Essa é a história da fundação do “grande movimento de reavivamento e reforma” que ninguém me contou e não contam às almas sinceras ou desassossegadas que chegam até eles.

“... Ora, estes, da mesma sorte, quais sonhadores alucinados, não só contaminam a carne. como também rejeitam governo e difamam autoridades superiores...
...Estes, porém, quanto a tudo que não entendem, difamam: e, quanto a tudo o que compreendem por instinto natural, como brutos sem razão, até nessas coisas se corrompem.

Ai deles! Porque prosseguiram pelo caminho de Caim, e, movidos de ganância, se precipitaram no erro de Balaão, e pereceram na revolta de Corá.

Estes homens são como rochas submersas, em vossas festas de fraternidade, banqueteando-se juntos sem qualquer recato, pastores que a si mesmos se apascentam: nuvens sem água impelidas pelos ventos: árvores em plena estação dos frutos, destes desprovidas, duplamente mortas, desarraigadas: Ondas bravias do mar, que espumam as suas próprias sujidades: estrelas errantes, para as quais tem sido guardada a negridão das trevas para sempre.

Os tais são murmuradores, são descontentes, andando segundo as suas paixões. A sua boca vive propalando grandes arrogâncias: são aduladores dos outros, por motivos interesseiros. São estes os que promovem divisões, sensuais, que não têm o Espírito.
Judas, versos 8.10.11.12.13.16 e 19.


BIBLIOGRAFIA CONSULTADA:

  • Testemunho Seleto voL2 — Ellen White 
  • Os Reformistas de 1914 e o Espírito de Profecia – Pr. Vilmur C. Medeiros 
  • Movimento Reformista de 1914 - prof. Gilson Medeiros 
  • Uma luz que Alumia - Orlando G Pinho, e Adalberto Simon. 
  • Liberte-se dos condutores cegos — Pr. Diomar Pereira dos Santos 
  • O livro do Pecado — publicação reformista 
  • Movimentos Reformistas e grupos dissidentes - Pr Hugo Gambeta 
  • Bíblia Sagrada, Almeida Revista e Atualizada. 


AUTOR: WANDERSON FARIAS - Ex-Líder Reformista



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Ao fazer seu comentário lembre-se de falar sobre o tema da postagem e não coloque endereços de outros sites e blogs. Não publico comentários que não estejam de acordo com as regras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...