segunda-feira, 25 de junho de 2012

Entrevista Com Ellen White

FRÁGIL, DEFEITUOSA... MAS AMADA!
Usando uma seleção de textos inspirados, o Pastor Érico Tadeu Xavier, imaginou esta entrevista com a pioneira da Igreja e Mensageira da parte de Deus, Ellen G. White, respondendo àqueles que, desanimados com os defeitos da Igreja, atacam a instituição ou a abandonam, procurando outro movimento.



Pergunta: Quantas igrejas Deus têm na terra para erguer a verdade da lei e apresentar aos homens o cordeiro de Deus
que tira o pecado do mundo?

White: Deus tem na Terra uma igreja que está erguendo a lei pisada a pés, e apresentando aos homens o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo... No mundo só existe uma igreja que presentemente se acha na brecha, tapando o muro e restaurando os lugares assolados. ... – TM, 50, 58 e 59 (1893).

Pergunta: Que igreja é essa?

White: Em sentido especial, foram os adventistas do sétimo dia postos no mundo como atalaias e portadores da luz. A ele foi confiada a ultima mensagem de advertência a um mundo a perecer. Sobre eles incide maravilhosa luz da Palavra de Deus. Confiou-se-lhes uma obra da mais solene importância: a proclamação da primeira, segunda e terceira mensagens angélicas. Nenhuma obra há de tão grande importância. Não devem eles permitir que nenhuma outra coisa lhes absorva a atenção. – 3TS, 288 (1909).

Pergunta: A igreja Adventista do Sétimo Dia é chamada de Babilônia por alguns. O que a senhora acha disso?

White: sejam todos cuidadosos para não clamarem contra o único povo que está cumprindo a descrição dada do povo remanescente, que guarda os mandamentos de Deus e tem a fé em Jesus. ... Deus tem um povo distinto, uma igreja na Terra, inferior a nenhuma outra, mas a todas superior em suas facilidades para ensinar a verdade, para vindica a Lei de Deus... Meu irmão, se estais ensinando que a Igreja Adventista do Sétimo Dia é Babilônia, estais errado. – TM, 50 e 59 (1893).

Pergunta: Mas existem erros e falhas...

White: Entristecemo-nos de que hajam membros defeituosos, de que haja joio no meio do trigo. ...Embora existam males na Igreja, e tenham de existir até o fim do mundo, a igreja destes últimos dias há de ser a luz do mundo poluído e desmoralizado pelo pecado. A igreja, débil e defeituosa, precisando ser repreendida, advertida e aconselhada, é o único objeto na Terra ao qual Cristo confere Sua suprema consideração. – TM, 45 e 49 (1893).
Os baluartes de Satanás nunca hão de triunfar. A vitória acompanhará a terceira mensagem angélica. Como o Capitão do exército do Senhor derribou os muros de Jericó, assim triunfará o povo que guarda os mandamentos do Senhor e serão derrotados todos os elementos oponentes. – TM, 410 (1898).

Pergunta: Não seria melhor fundar uma nova organização?

White: Não podemos desviar-nos agora do fundamento estabelecido por Deus. Não podemos agora entrar em nenhuma nova organização; pois isto significaria apostasia da verdade. – 2ME, 390 (1905).
Sou instruída a dizer aos adventistas do sétimo dia em todo o mundo: Deus chamou-nos como um povo para sermos-Lhe particular tesouro. Ele designou que sua igreja na Terra esteja perfeitamente unida no Espírito e conselho do Senhor dos exércitos até o fim do tempo. – 2ME, 397 (1908).
Tomais passagens dos Testemunhos que falam do fim dos tempos da graça, da sacudidura do povo de Deus, e falais da saída dentre esse povo de um outro povo mais puro, santo, que surgirá. Ora, tudo isso agrada ao inimigo. ... Aceitassem muitos os pontos de vista que avançais, e falassem e agissem baseados nisso, e veríamos uma das maiores excitações fanáticas jamais testemunhadas entre os adventistas do sétimo dia, Isto é o que Satanás quer. – 1ME, 179 (1890).

Pergunta: A senhora crê que Deus guiará a igreja Adventista até o fim?

White: Sou animada e beneficiada ao compreender o que o Deus de Israel ainda guia Seu povo, e que continuará com eles até o fim. – 2ME, 406 (1913).

Pergunta: A Igreja Adventista do Sétimo Dia é acusada e criticada como uma igreja fraca, defeituosa e sem amor. O que a senhora pensa disso?

White: Algumas pessoas parecem pensar que ao entrar na igreja ser-lhes-ão cumpridas as expectativas, e só encontrarão os que são puros e perfeitos. São zelosos na fé, e ao verem faltas nos membros da igreja dizem: “Abandonamos o mundo para não nos associarmos com caracteres maus, mas aqui também está o mal” e perguntam, como os servos da parábola: “Porque tem então joio?”. Mas não precisamos ficar assim desapontados, pois o Senhor não nos autorizou a chegar à chegar a conclusão de que a igreja é perfeita; e todo o nosso zelo não terá êxito em tornar a igreja militante tão pura como a igreja triunfante. – TM, 47 (1893).
A igreja militante não é a igreja triunfante, e a Terra não é o Céu. A igreja se compõe de homens e mulheres errantes e imperfeitos, que são apenas alunos na escola de Cristo, a fim de serem adestrados, educados, para esta vida e para a futura vida imortal. – ST, 4 de jan. de 1883.
Deus investiu Sua igreja e Especial autoridade e poder, por cuja desconsideração e desprezo ninguém se pode justificar; pois aquele que assim procede, despreza a voz de Deus. – AA, 164 (1911).

Pergunta: Algumas pessoas alegam que Deus abandonou o seu povo devido as suas falhas.

White: A Igreja falhou deploravelmente, em corresponder às expectativas de seu Redentor e, contudo, o Senhor não Se afasta do Seu povo. Ainda é complacente com eles, não por causa de alguma bondade que se encontre neles, mas para que Seu Nome não seja desonrado perante os inimigos da verdade e da justiça, para que as instrumentalidades satânicas não exaltem na destruição do povo de Deus. Por muito tempo Ele tem suportado sua obstinação, descrença e insensatez. O Senhor os tem disciplinado com admirável clemência e compaixão. Se atenderem às suas instruções, Ele removerá suas más tendências, salvando-os com uma salvação eterna e tornando-os eternos monumentos do poder de Sua graça. – ST.T. de Nov: de 1901.

Pergunta: Muitas vezes a senhora disse não reconhecer a Sede da obra como a voz de Deus e chegou a declarar que a Associação Geral estava se corrompendo. Como a senhora explica isso?

White: Por vezes, quando um pequeno grupo de homens, aos quais se acha confiada a direção geral da obra tem procurado, em nome da Associação Geral, exercer planos imprudentes e restringir a obra de Deus, tenho dito que não poderia por mais tempo considerar a voz da Associação Geral, representada por esses o]poucos homens, como a voz de Deus. Mas isto não equivale a dizer que as decisões de uma Associação Geral composta de uma Assembléia de homens representativos e devidamente designados, de todas as partes do campo, não deva ser respeitada. Deus ordenou que os representantes de Sua igreja de todas as partes da Terra, quando reunidos numa Associação, devam ter autoridade. O erro que alguns então em perigo de cometer, é dar à opinião e juízo de um homem, ou de um pequeno grupo de homens a plena medida de autoridade e influência de que Deus revestiu Sua igreja, no juízo e voz da Associação Geral reunida para fazer planos para a prosperidade e avançamento de Sua obra. – 3TS, 408 (1909)

Pergunta: O que é necessário então?

White: Tem sido necessário organizar uniões-associações, para que a Associação Geral não exerça um domínio arbitrário sobre todas as associações separadas. O poder conferido à Associação não deve concentrar-se num só homem, ou em dois ou seis; deve haver um conselho de homens sobre as divisões separadas. – MS, 26, 3 de abril de 1903.

Pergunta: Alguns estão temerosos quanto ao futuro da obra diante dos muitos desafios. Como a Senhora vê isso?

White: Não há necessidade de duvidar, de estar temeroso de que a obra não seja bem-sucedida. Deus está à testa da obra, e porá tudo em ordem. Caso haja coisas necessitando serem ajustadas na direção da obra, Deus atenderá a isso, e trabalhará para endireitar todo erro. Tenhamos fé que Deus vai conduzir a nobre nau que transporta o Seu povo em segurança para o porto. 2ME, 390 (1892).

Fonte: http://www.nasaladopastor.com

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Ao fazer seu comentário lembre-se de falar sobre o tema da postagem e não coloque endereços de outros sites e blogs. Não publico comentários que não estejam de acordo com as regras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...