sábado, 2 de dezembro de 2017

O Anjo de Apocalipse 18 - Objeções e Respostas - 2ª Parte

Esse estudo foi elaborado por Emerson Rocha, ex-reformista que hoje congrega na igreja Adventista do Sétimo Dia. 

O estudo é grande por isso foi dividido em duas partes. Nesta 2ª parte apresento as respostas as 11 principais objeções que os reformistas apresentam a 1ª parte do estudo. Pra ver clique aqui.

Os nomes dos livros estão no final do estudo nº 1. Se tiver dúvidas quanto as abreviações basta clicar aqui.


Como temos lido até aqui, está definitivamente provado que o Quarto anjo não veio. Mas há muitos que infelizmente tem se confundido com alguns textos dos Testemunhos. Para que não haja incoerência com respeito a este assunto analisaremos estes textos do Espírito de Profecia, que trarão esclarecimentos a quem desejar.

Consideremos com atenção os seguintes testemunhos:

“Todos os que buscam ganchos em que pendurar suas dúvidas encontrá-los-ão. E todos os que se recusam a aceitar a Palavra de Deus e lhe obedecer antes que toda objeção tenha sido removida e não haja lugar para a dúvida, jamais virão à luz”. GC 532.

“Os que sofismavam às palavras de Cristo, encontravam cada vez mais motivo para sofismar, até que se desviaram da Verdade e da Vida. Assim é agora. Deus não Se propõe a remover toda objeção que o coração carnal possa trazer contra Sua verdade." DTN 588.

“Temos muitas lições a aprender, e muitas, muitas a desaprender... Os que pensam que nunca terão de desistir de um ponto de vista acariciado, nunca ter a ocasião de mudar de opinião, serão decepcionados.”
ME l 37.

Nota: Bem sabemos que o preconceito é o maior empecilho à aceitação da Verdade. Mesmo que os trovões do Sinai expressassem essas palavras haveria os que a elas se opusessem. ( VE 108). Contudo, cremos que alguns serão iluminados. Prov. 4:18.

Convidamos o caro leitor a continuar até o fim deste estudo. E sugerimos que este assunto seja estudado com fervorosa oração, para que não se passe por alto nenhum ponto destas verdades.

O povo reformista necessita de esclarecimentos sobre este importante assunto. Necessitam ser atraídos para a luz da verdade. (João 8:32.) 
Seu destino pode ser decidido hoje, ao ler este capítulo.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

OBJEÇÃO N° 1

O Terceiro Anjo do Apocalipse 14 não ilumina a terra com a Sua glória somente quem o faz é o anjo de Apocalipse 18.

RESPOSTA: Argumento bastante insincero é este!

O primeiro erro que encontramos no fundamento da doutrina reformista (sua espinha dorsal) está no fato de ensinar que iluminar a terra com a glória divina é só prerrogativa do quarto anjo. O Espírito de Profecia adverte “Se as colunas de nossa fé não suportarem a prova da investigação, já é tempo de o sabermos”. TM 107.

Vejamos se a chamada “espinha dorsal’ resiste a prova de uma investigação.

Não só o quarto anjo iluminará a terra com sua glória, mas também o Terceiro Anjo tem essa missão. A este respeito lemos:

O Terceiro Anjo a voar pelo meio do céu, e anunciando os mandamentos de Deus e o testemunho de Jesus representa nossa obra. A mensagem não perde nada de sua força no voo progressivo do Anjo, pois João a vê crescendo em resistência e poder até que a Terra inteira seja iluminada por Sua glória."
TSM II 169.

“Chegará o próprio tempo de que escreveu o profeta, e o Forte Clamor do Terceiro Anjo será ouvido na terra, Sua glória iluminará o mundo e a mensagem triunfará, mas os que andam em sua luz não triunfarão com ela”. ME III 390.

Diante de tão claros testemunhos podemos dizer que só o quarto anjo iluminará a terra com a sua glória? Responda a esta pergunta sem preconceito.

A profetisa olhando através do tempo declarou:

"Todos os que ousarem trilhar seu próprio caminho, não se unindo aos anjos enviados com uma mensagem do céu, para encher toda a Terra com a Sua glória, serão deixados atrás. A obra caminhará sem eles para a vitória, e não terão parte no triunfo”. LES-IASDMR 2o TRIMESTRE de 1961 pág. 15. Fonte: Oakland. Cal. 1o de Agosto de 1891, E.G. White.

Ninguém seja tão incauto a ponto de ainda continuar sendo iludido com 0 falso conceito que só o quarto anjo iluminará a terra com a glória divina.

Reconhecemos que a espinha dorsal reformista é frágil e não resiste ao exame ficando fragmentado.

AUXÍLIO AO LEITOR:

Em PE 245, 246 lemos que o primeiro anjo veio com uma missão especial; iluminar a terra com sua glória e advertir o homem com respeito à iminente ira de Deus.

Na pág. 247 do mesmo livro encontraremos a vinda do segundo anjo com a mensagem “caiu Babilônia” e a pág. 249 lemos que o segundo anjo também tinha luz, na pág. 238 diz que está luz penetrou por toda parte do país.

E conforme citamos, o Terceiro Anjo tem a missão de iluminar a terra com a sua glória. E no tempo predito (Apocalipse 18:1-5) o Outro anjo desce do Céu para iluminar a terra com a Sua glória.

------------------------------------------------------------------------------------------------------

OBJEÇÃO N° 2

O 4º anjo realiza seu trabalho em duas fases ou seja, em dois tempos diferentes, desde o passado até o futuro.

REPOSTA: A obra deste anjo não vem a prestação mas em Um tempo certo, predito na profecia.

SO EXISTE UMA FASE NA OBRA DO ANJO DE APOCALIPSE 18.

“O capítulo 18 do Apocalipse indica o tempo em que, como resultado da rejeição da tríplice mensagem do capítulo 14, versos 6-12, a igreja terá atingido completamente a condição predita pelo segundo anjo, e o povo de Deus, ainda em Babilônia, será chamado a separar-se de sua comunhão. Esta mensagem é a última que será dada ao mundo, e cumprirá a sua obra”. GC 390.

Depois de transcrever o Apocalipse 18:1,2 a irmã White confirmou:

“Esta passagem indica um tempo em que o anúncio da queda de Babilônia, conforme foi feito pelo segundo anjo do capítulo 14 do Apocalipse (verso 8), deve repetir-se com a menção adicional das corrupções que tem estado a se introduzir nas várias organizações que constituem Babilônia, desce que esta mensagem foi pela primeira vez proclamada, no verão de 1844. Descreve-se aqui uma terrível condição do mundo religioso”. GC 609.

Está claro: A vinda do anjo de Apocalipse 18 se dará em um tempo, e não em dois tempos ou duas fases diferentes. E.G. White foi muito clara neste ponto.

Outro texto dos Testemunhos que necessitamos esclarecer sobre este mesmo assunto se encontra em PE 277, que diz: “A obra deste anjo vem, no tempo devido”.

Para provar que este tempo devido tem apenas uma fase, “um tempo certo” na profecia, temos como exemplo a página 231 de Primeiros Escritos.

“Deus encaminhou a mente de Guilherme Miller para as profecias, e deu-lhe grande luz quanto ao livro do Apocalipse. Se as visões de Daniel tivessem sido compreendidas, o povo poderia melhor ter entendido as visões de João. Mas, no tempo devido, Deus moveu o Seu servo escolhido, que com clareza e no poder do Espirito Santo, desvendou as profecias.”

Obs.: Guilherme Miller iniciou a sua obra em um tempo certo, ou em dois tempos diferentes? - responda a esta pergunta sem preconceito, e como estando diante de Deus.

Se o tempo devido mencionado pela profetisa fosse em mais de uma fase a inspiração teria declarado que a obra desse outro anjo vem nos tempos devidos ou em vários tempos, O que não está escrito!

Este tempo devido, se dará na queda de Babilônia, quando o quarto anjo vem para dar poder e força a mensagem do Terceiro Anjo. (Considere 0 contexto de PE 277). Estes acontecimentos ocorrerão no mesmo tempo.

Tanto pelo testemunho bíblico de Apocalipse 18:1-5, como pelas categóricas declarações de E.G.W., é certo que este Outro anjo tem apenas UM tempo para a sua vinda”.

Em outro testemunho E.G. White declara:

“Esse falso sábado terá de ser imposto por uma lei opressiva... Enquanto, porém, Satanás trabalha com seus prodígios de mentira, cumprir-se-á o tempo predito no Apocalipse (nota-se que 0 anjo virá no tempo devido) e o poderoso anjo que iluminará a Terra com sua glória proclamará a queda de Babilônia e convidará o povo de Deus a abandoná-la”. MM 77 187.

Este “tempo predito” estamos certos de que todo leitor sincero que creia no Espírito de Profecia, compreenderá através da leitura deste, que será na completa queda de Babilônia quando sair o decreto dominical; neste tempo virá o anjo de Apocalipse 18”.

O Espírito de Profecia torna claro o tempo de Apocalipse 18:1.

“Os protestantes lançarão toda a sua influência e poder ao lado do papado; por um ato nacional impondo o falso sábado, eles darão vida e vigor à corrompida fé de Roma, avivando sua tirania e opressão da consciência. Então será o tempo para Deus operar poderosamente em favor da vindicação de Sua verdade. Diz o profeta: Vi descer do céu outro anjo, que tinha grande autoridade, e a terra se iluminou com a sua glória” ... MM 77 177.

Pelo estudo dos testemunhos ficou claro que a vinda deste outro anjo tem apenas Um tempo certo, predito na profecia.

Textos para esclarecimentos:

  • A queda de Babilônia ainda não é completa. MM 59 285. GC 390. MM 77 169.
  • Todas as nações ainda não entraram na aliança Universal entre protestantismo e catolicismo e espiritismo. MM 77 188,186. EF 36.
  • Quando terá lugar a queda definitiva de Babilônia e a descida do quarto anjo do Céu? MM 77 177.
Estudo adicional: O anjo do Apocalipse 18 - Uma mensagem futura

------------------------------------------------------------------------------------------------------

OBJEÇÃO N° 3

O 4º anjo veio na revelação da justiça de Cristo. Esta foi a sua mensagem.

RESPOSTA: Ao lermos com atenção o que declarou a profetisa, temos um quadro diferente daquele que os dirigentes procuram comunicar.

“O tempo de prova está exatamente diante de nós, pois o alto clamor do Terceiro Anjo já começou na revelação da justiça de Cristo, o Redentor que perdoa os pecados. Este é o princípio da luz do anjo cuja glória há de encher a Terra”. ME I 363. (1892).

Em 1888 E. G. White declarou que alto clamor do Terceiro Anjo começou com a justiça de Cristo.

E.G. White caracterizou a mensagem de 1888 como a terceira mensagem Angélica, e em Verdade a mensagem do Terceiro Anjo. Mas uma séria indagação surgiu na mente de várias pessoas mais tarde sobre a mensagem da justiça pela fé. Vários escreveram à Sra. White perguntando qual anjo é portador desta Mensagem. Sua resposta foi:

“Vários me escreveram, indagando se a mensagem da justificação pela fé é a mensagem do Terceiro Anjo e tenho respondido: É a Mensagem do Terceiro Anjo em verdade." ME I 372. RH 1/4/1890.

Podemos então dizer que esta mensagem a partir de 1888 é do 4o anjo? Não.

Há mais nesta declaração (RH 1/4/1890) do que uma clara e positiva resposta a uma pergunta. Ela tem sentido profundo e vital. Faz um apelo inteligente ao que crê na obra do Terceiro Anjo.

Dediquemos cuidadoso estudo à declaração:

Justificação pela fé, afirma-se, é a mensagem do Terceiro Anjo em verdade”. As palavrasem verdade" significam, de fato, na realidade, com Toda certeza. No ano de 1888 veio foi a justiça de Cristorevelada, e não o Outro Anjo.

“Faz quase dois anos que estamos insistindo com o povo para que se levante e aceite a luz da verdade concernente a justiça de Cristo”. RH 11/03/1890

PRINCÍPIO DA LUZ DO ANJO

A Luz da mensagem do Terceiro Anjo é uma corrente com vários elos. Ex:

(1844) princípio da luz do santuário - GC 433 - PE 254.
(1846) princípio da luz do sábado - IT 93-EV 184.
(1863) princípio da luz da reforma de saúde - CRA 482,483.
(1888) princípio da luz da “revelação” da justiça de Cristo - TM 91,92.

“O tema de nossa mensagem não é somente os mandamentos de Deus, mas a fé de Jesus. Uma brilhante luz fulge em nossa estrada hoje, e induz a maior fé em Jesus”. OE 162.

O início da obra do Terceiro Anjo foi em 1844 para frente.

Em 1888 foi o começo da “revelação” da justiça de Cristo, principio desta luz do Terceiro Anjo cuja glória há de encher a terra. E não o princípio do anjo, Mas princípio desta luz do anjo.

A partir de 1844 o Terceiro Anjo veio com vários princípios de luz. É Através do Terceiro Anjo que há de soar de uma até a outra extremidade da Terra a mensagem da justiça pela fé.

“A mensagem da justiça de Cristo há de soar desde uma até a outra extremidade da Terra, a fim de preparar o caminho ao Senhor. Esta é a glória de Deus com que será encerrada a mensagem do Terceiro Anjo”. TSM II 373.

“Qual a mensagem a ser dada neste tempo? É a mensagem do Terceiro Anjo. Mas essa luz, que deve encher toda a Terra de sua glória tem sido desprezada por alguns dos que pretendem crê na verdade presente.” TM 89.

"O Terceiro Anjo a voar pelo meio do Céu e anunciando os mandamentos de Deus e o testemunho de Jesus, representa nossa obra. A mensagem não perde nada de sua força no voo progressivo do Anjo; pois João a vê crescendo em resistência e poder até que a Terra inteira seja iluminada por Sua glória". TSM II 169.

Conforme temos lido, justiça pela fé, é a mensagem, luz e glória do Terceiro Anjo.

O texto de ME I 363 (datado 1892) longe de contrariar o ensino de que o outro anjo só virá no futuro, antes o fortalece, pois no mesmo ano a Sra. White declarou sem sombra de dúvidas que o anjo de Apocalipse 18 não havia descido do céu.

O seguinte texto não deixa dúvida a este respeito:

Temos ensinado, temos esperado que um anjo desça do Céu e que a Terra seja iluminada com a sua glória. Então contemplaremos uma colheita de pessoas semelhante àquela testemunhada no dia de Pentecostes”. CT 306.

Esse “temos ensinado”, “temos esperado” “foi em 1892 que compreendemos disso?Entendemos claramente que este outro anjo ainda estava sendo aguardado descer do Céu. Por conseguinte fica claro ao leitor sincero que este anjo ainda não veio!

Notai a frase “temos esperado que um anjo desça do Céu” indicando que este anjo até então (1892) não tinha descido do Céu.

------------------------------------------------------------------------------------------------------


OBJEÇÃO N° 4

O quarto anjo veio em 1888 e deu poder e força a terceira mensagem Angélica

RESPOSTA: Outro Testemunho que necessitamos esclarecer aos nossos irmãos se encontra em Evangelismo 230. Analisemos em duas partes para melhor compreensão do leitor.

1ª Parte: “Satanás ideou um estado de coisas por cujo meio a proclamação da terceira mensagem Angélica será detida. (1900). Devemos acautelar-nos de seus planos e métodos Não deve haver abrandamento da verdade nem dissimulação da mensagem para este tempo.” EV 230 MANUSCRITO 16,1900.

Devemos considerar bem estas palavras, “Satanás ideou”, “será detida” e “devemos acautelar-nos de seus planos e métodos".

Deter a proclamação da terceira mensagem é plano de Satanás, caso cumprisse seu propósito (EV 230) isto seria depois de 1900, pois nesta data a irmã White usa o verbo ser no futuro “será detida”. Deus disse que devemos acautelar-nos dos planos deste inimigo.

E.G. White não está aqui neste texto se referindo a 1888.

2ª Parte: “A mensagem do Terceiro Anjo deve ser fortalecida e confirmada. O capitulo dezoito do Apocalipse revela a importância de apresentar a verdade não de maneira acanhada, mas com ousadia e autoridade. Tem havido demasiados rodeios na proclamação da terceira mensagem Angélica. Não tem a mensagem sido proclamada com a clareza e nitidez com que deveria tê-lo sido." IDEM

No ano de 1900 a irmã White comentou que a mensagem estava sendo dada de maneira fraca e acanhada, e que o capítulo dezoito do Apocalipse revela a importância de apresentarmos a verdade com ousadia e autoridade. Nesse texto não está dizendo que o Anjo de Apocalipse 18 já veio. Mas nos ensinando a importância de apresentarmos a mensagem com clareza e nitidez

Quando será o Tempo na profecia para o anjo de Apocalipse 18 descer do céu e dar poder e força à terceira mensagem angélica?


“Vi anjos, no Céu, indo apressadamente de um lado para outro descendo à Terra, e ascendendo de novo ao Céu, preparando-se para a realização de algum acontecimento importante. Vi então outro poderoso anjo comissionado para descer à Terra, afim de unir sua voz com o Terceiro Anjo, e dar poder e força à sua mensagem. Grande poder e glória foram comunicados ao anjo, e, descendo ele, a Terra foi iluminada com sua glória. A luz que acompanhava este anjo penetrou por toda parte, ao clamar ele poderosamente, com Grande voz: “Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios. Covil de toda espécie de espírito imundo e esconderijo de todo gênero de ave imunda e detestável.” Apoc. 18:2. PE 277.

Note que estes acontecimentos ocorrerão no mesmo período; quando se der a queda da grande Babilônia. Este é o tempo predito para a vinda do quarto anjo.

E.G. White reafirma:

“O capítulo 18 do Apocalipse indica o tempo em que, como resultado da rejeição da tríplice mensagem do capítulo 14, versos 6-12, a igreja terá atingido completamente a condição predita pelo segundo anjo, e o povo de Deus, ainda em Babilônia, será chamado a separar-se de sua comunhão. Esta mensagem é a última que será dada ao mundo, e cumprirá a sua obra.” GC 390.

O que deve-se entender aqui é que este outro anjo virá quando a mensagem do Terceiro Anjo for em geral rejeitada. MM 77 187.

E.G. White não expressa em EV 230 nem uma vez sequer que o quarto anjo desceu em 1888.

Se não houvesse outras evidências, esta (GC 390) seria suficiente para provar que o Anjo de Apocalipse 18 ainda não veio.

Por bondade, note que em 1904, quatro anos após o referido testemunho de EV 230 a irmã White diz que este outro anjo estava no céu. Ver: MM 77 216.

O desenvolvimento das condições referidas em GC 609, 390, 610, MM 77 177, preparam o caminho para a vinda do anjo de Apocalipse 18. Somente quando as referidas condições estiverem plenamente desenvolvidas, descerá do céu este Outro anjo. TSM III 13.

Que auxílio receberá o anjo de Apocalipse 18 quando ele descer do Céu? A profetisa lançando um olhar profético a esses acontecimentos escreveu:

“Foram enviados anjos para ajudar o poderoso anjo do Céu, e ouvi vozes que pareciam fazer ressoar em toda parte: “Retirai-vos dela, povo meu para não serdes cúmplices em seus pecados, e para não participardes dos seus flagelos; porque os seus pecados se acumularam até ao Céu, e Deus Se lembrou dos atos iníquos que ela praticou.”
Apoc. 18:4 e 5. PE 277.

DOIS TEXTOS SIMPLES DE SE ENTENDER:

"O Senhor tem sido insultado. A bandeira da verdade, da primeira, segunda e terceira mensagens angélicas, foi deixada arrastar no pó". ME II 394 (não datado)

No ano de 1893, E.G. White, a mensageira do Senhor fez esta outra declaração:

“A verdade não jazerá sempre no pó para ser espezinhada pelos homens. Será, magnificada e feita honrosa: ainda se levantará e brilhará em todo o seu natural esplendor e permanecerá firme para sempre e sempre." TM 41 (1893).

O povo que pensa que tanto sabe ensina: Em 1888 Veio o quarto anjo e levantou a bandeira da verdade que tinha sido deixada arrastar no pó. Se assim fosse, (que o quarto anjo levantou a bandeira da verdade em 1888) porque então em 1893 continuava no pó para ser levantada? Este Testemunho por si só fala mais alto do que qualquer autoridade humana! Meditem nisto, os sinceros.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

OBJEÇÃO N° 5

A mensagem presente que já está iluminando a terra com sua glória é obra do 4º anjo.

RESPOSTA: Outra passagem da qual muitos procuram tirar conclusão errônea, para sustentar a falsa crença, é esta:

“E todos quantos são cobreiros de Deus contenderão mais zelosamente pela fé que uma vez foi dada aos santos. Não serão desviados da mensagem presente, que já está iluminando a Terra com sua glória”. ME II 114. (1896).

A expressão “a mensagem presente” é o ponto chave do texto. Aqui também está a chave para se descobrir o mensageiro em questão.

O QUE É A MENSAGEM PRESENTE?

“A mensagem presente - justificação pela fé - é a mensagem vinda de Deus; tem as credenciais divinas, pois seu fruto é para santidade".
ME I 359 (1889).

QUAL ANJO É PORTADOR DE DESTA MENSAGEM?

“Vários me escreveram indagando se a mensagem da justificação pela fé é a mensagem do Terceiro Anjo e tenho respondido: ‘E a mensagem do Terceiro Anjo, em verdade”. ME I 372. (1890)

Está claro: Em ME II 114 quem é descrito iluminando a terra “com a mensagem presente é o Terceiro Anjo”. Quem é que não entende coisa tão fácil e compreensível?

Que outra prova temos de que essa luz não é do anjo de Apocalipse 18? Em que ano foi essa declaração?

“Quando a Terra for iluminada com a glória do anjo de Apocalipse 18, os elementos religiosos, bons e maus, despertarão do sono, e os exércitos do Deus vivo Tomarão o campo.” MM 77 255 (1899).

Quem quer que leia esta declaração de E.G.W. não necessita enganar- se. O anjo do Apocalipse dezoito ainda não veio!

A respeito da vinda deste outro anjo o Espírito de Profecia declarou em 1890 ainda no futuro: O profeta declara: Depois destas coisas vi descer do céu outro anjo, que tinha grande poder, e a Terra foi iluminada com a sua glória. Claridade, glória e poder deverão ser acrescentados à mensagem do Terceiro Anjo, e onde quer que ela seja pregada na manifestação do Espírito trará convicção. Quando essa luz vier ao povo de Deus, de que maneira ficará sabendo disso quem quer que seja dentre nossos irmãos? É certo que até agora não vimos a luz que corresponde a esta descrição.” RH 1/4/1890.

Precisamos repetir com a irmã White que ainda não vimos a luz correspondente à profecia de Apocalipse 18:1. Visto que o 4º anjo ainda não desceu do Céu, procuram os dirigentes na base de “argumento” filosofar, refilosofar e tornar a filosofar a fim de torcer alguns textos que não sugere a menor ideia pretendida por eles.

No ano de 1895, qual anjo foi mencionado pela profetisa como estando voando pelo meio do céu? O Terceiro Anjo ou o Quarto Anjo?

“Não devemos andar na trilha dos que se opõem à verdade, mas dar a mensagem do Terceiro Anjo, QUE ESTÁ VOANDO PELO MEIO DO CÉU, proclamando a nota de advertência, os mandamentos de Deus e o testemunho de Jesus Cristo”. TM 237. (1895)

Obs.: Não se encontra em parte alguma da Bíblia ou dos Testemunhos uma descrição do anjo de Apocalipse 18 “voando pelo meio do céu”. O anjo do Apocalipse 18:1 é visto na profecia “descer do céu”.

      CARACTERÍSTICAS DO TERCEIRO ANJO:
  • É o mensageiro que Sela - PE 118.
  • Poderoso, elevado, tem autoridade - TM 444, 445. 
  • Dirige um povo - TM 488.
  • Recebe poder adicional; chuva serôdia - PE 85, 86. 
  • Ilumina a Terra com a sua glória - ME III 290
------------------------------------------------------------------------------------------------------
OBJEÇÃO N° 6

As profecias do capítulo dezoito do Apocalipse estão todas sendo cumpridas.

RESPOSTA: Certa vez um reformista disse-me enfaticamente: Vou provar para você que o quarto anjo já veio. E para apresentar o que disse, fez referência ao texto de MM 83 271 que diz: “Todos devem ouvir à última mensagem de advertência. As profecias no livro de Apocalipse, capítulos 12 a 18 estão sendo cumpridas”. E tendo lido esta frase, fechou o livro, e pronto. (Se esta objeção pudesse ser sustentada, Apocalipse 15,16 também poderia pois ambas são edificadas sobre a mesma base).

Em primeiro lugar, esse irmão já começou enganado, escorando em um texto isolado que desfigura o contexto.E para a solução do problema e esclarecimento deste irmão pedimos humildemente para continuar a leitura da mesma, e ele nos atendeu.

O irmão ficou surpreso diante daquilo que ele julgava ser uma forte prova a sua fé; clareando as nuvens negras que envolviam a sua mente.

Hoje, acontece diferente com muitos. Ao invés de estudar os Testemunhos comparando os textos e contextos, para se chegar à verdade que a inspiração quer ensinar, simplesmente concorda-se com aquilo que determina a conveniência. Porém, com este irmão foi diferente!

Para entender o que a Sra. White quer ensinar neste texto, basta continuar a leitura da mesma, senão, você pode se confundir como aconteceu com este irmão. Citaremos logo abaixo o contexto que o irmão não mencionou ao ler o texto:

“Todos devem ouvir à última mensagem de advertência. As profecias no livro de Apocalipse capítulo 12 a 18; estão sendo cumpridas. No décimo oitavo capítulo está registrado o último chamado às igrejas. Esse chamado deve ser dado agora”. MM 83 271.

Nota: O chamado as igrejas (no décimo oitavo capítulo) é que está sendo cumprido. Este chamado deve ser dado agora. Não a decida do anjo.

No décimo oitavo capítulo (Apocalipse 18) está registrado o último chamado às igrejas (verso 4). Esse chamado deve ser dado hoje. E o chamado de Deus é: “Sai dela, povo Meu”. Apocalipse 18:4. Visto que Babilônia está condenada, Deus está agora chamando o Seu povo para que se separe dela. Este chamado se encontra no verso 4.

“E ouvi outra voz do céu que dizia: Sai dela, povo Meu, para que não sejas participantes dos seus pecados e para que não incorras nas suas pragas.”

O erro que alguns cometem é o não fazer clara distinção entre o anjo do verso 1 e a outra voz vinda do céu. Analisemos um pouco “esta outra voz do céu”. - A voz que Deus usa para falar ao seu povo é o Espírito Santo. Ex: João 16:7-11,13. Apocalipse 2:7. João 12:28.

No Espírito de Profecia só encontramos um agente por meio do qual isso se realiza - O Espírito Santo. AA 52. DTN 172, 671. MM 92 192, etc.

A outra voz vinda do céu ou seja o Espírito Santo por intermédio dos seus filhos devem convidar os sinceros a saírem de Babilônia; o chamado se cumpre desde Agora. MM 83 271.

A Sra. White faz referência ao verso 4 do capítulo dezoito. O chamado para os honestos saírem das igrejas equivocadas. E não a completa queda de Babilônia e a vinda do quarto anjo. MM 77 177.

Quando a lei de Deus for invalidada por legislação, chegado é o tempo para o poderoso anjo descer do céu e executar a Sua tremenda obra sobre o mundo religioso; até neste tempo ouve-se a chamada: “Sai dela povo meu”...

Que predição deste chamado para sair havia sido feita muitos anos antes pelo profeta Jeremias? Jeremias 50:1,4,5. Por que Deus chamou naquele tempo o Seu povo para sair? Por que o Seu povo deve sair das igrejas equivocadas agora? II Coríntios 6:17,18.

“Aos seguidores de Cristo se requer que saiam do mundo e se apartem, e não toquem nada mundo, e têm a promessa de serem os filhos e filhas do Altíssimo, membros da família real. Mas se as condições não se cumprirem da parte deles, eles não perceberão nem poderão alcançar o cumprimento da promessa."
T 2 441.

Considerando os fatos proféticos preditos por Apocalipse 13, o Apocalipse 18:1,2 ainda está no futuro. Apocalipse 18:1,2 fala da vinda do quarto anjo por ocasião da queda de Babilônia, e no capítulo 13 fala das duas Bestas que constituem Babilônia. O capítulo 18:1,2 não se poderá cumprir antes que o capítulo 13 de Apocalipse tenha encontrado seu completo cumprimento, pois não se pode falar da queda de um poder antes de sua formação. Em Apocalipse 13 encontramos a primeira besta, que não temos dúvida ser o papado, a segunda besta simboliza o Estados Unidos da América. Quando chegamos, porém à imagem da besta notamos que esta parte da profecia ainda não alcançou o seu cumprimento pois diz a profecia; ver: Apocalipse 13:13-17.

Obs.: Primeiro encontramos os sinais realizados, fazendo até fogo desce do céu a terra. Fato que surgirá por ocasião da formação da imagem da Besta... Em segundo lugar encontramos a mesma besta dando espírito à imagem, ou seja, poder jurídico, para que ela falasse ou seja, legisla-se e então com este poder decretasse a imposição do sinal da besta, ou seja “a guarda da domingo” sobre todo o mundo religioso de seus dias. 

“O Senhor mostrou-me claramente que a imagem da besta formar-se-á Antes que termine a graça; pois isso será a grande prova para o povo de Deus, Pela qual será decidido seu destino eterno”. EF 195.

“A imagem da besta representa a forma de protestantismo apóstata que se desenvolverá quando as igrejas protestantes buscarem o auxílio do poder civil para imposição de seus dogmas.” EF 196.

“Quando o Estado usar seu poder para impor os decretos e amparar as instituições da Igreja - então a América Protestante terá formado uma imagem do papado e haverá uma apostasia nacional que só terminará em ruína nacional”
. EF 118.

Babilônia continua caindo, mais e mais. Contudo sua queda ainda não é completa. Ver: GC 389. - O anjo do Apocalipse 18 não vem para dizer que Babilônia está caindo, Mas virá para dizer no tempo predito; Caiu Babilônia! Ver: GC 390. Apocalipse 18:1,2.

Nota: Muitos fazem intricado comentário em torno de MM 83 271, na tentativa de demonstrar que o quarto anjo já desceu do Céu. A palavra “anjo” sequer aparece no texto apontado, e isso é importante. Qualquer pessoa de mediano conhecimento da Bíblia facilmente perceberá que o assunto que E.G.W. focaliza aí é Apocalipse 18:4. A Sra. White faz referência ao verso 4 do capítulo dezoito do Apocalipse - O chamado as igrejas dirigido pelo Espírito Santo. (Esse chamado deve ser dado agora). Se percebe que E.G.W. fala com referência a outra voz vinda do Céu, e não ao anjo do verso 1.

ENTENDENDO A VERDADE

O anjo de Apocalipse 18:1 desce do Céu unido ao grande derramamento da chuva serôdia.

“É com intenso anseio que aguardo o tempo em que os acontecimentos do dia de Pentecostes se repitam com maior poder do que naquela ocasião. João diz: Vi descer do céu outro anjo, que tinha grande autoridade, e a Terra se iluminou com a Sua glória. Apocalipse 18:1. Então, como no Pentecostes, cada pessoa ouvirá a verdade ser-lhe proferida em sua própria língua" EF 174. (1886).

“Temos ensinado, temos esperado que um anjo desça do Céu e que a Terra seja iluminada com a sua glória. Então contemplaremos uma colheita de pessoas semelhante àquela testemunhada no dia de Pentecostes.” CT 306. (1892).

As declarações acima analisadas provam, fora de qualquer possibilidade de dúvida que o quarto anjo ainda não desceu do Céu. E qualquer movimento que pretenda ser o anjo de Apocalipse 18 hoje, podemos ter a certeza que se trata de um espúrio movimento, uma contrafação, não sendo a igreja de Deus nestes dias.

------------------------------------------------------------------------------------------------------

OBJEÇÃO N° 7

O 4º anjo veio em 1888.

RESPOSTA: 
A Sra. White descreveu em seus dias que a vinda do anjo de Apocalipse 18 seria um acontecimento futuro.

1890 - DOIS ANOS DEPOIS DE 1888:

O profeta declara: Depois destas coisas vi descer do Céu outro anjo, que tinha grande poder, e a Terra foi iluminada com a sua glória. Claridade, glória e poder deverão ser acrescentados à mensagem do Terceiro Anjo, e onde quer que ela seja pregada na manifestação do Espírito, trará convicção. Quando essa luz vier ao povo de Deus, de que maneira ficará sabendo disso quem quer que seja dentre nossos irmãos? É certo que até agora não vimos a luz que corresponde a esta descrição”. RH 1/4/1890.

1892 - QUATRO ANOS DEPOIS DE 1888:

Temos ensinado, temos esperado que um anjo desça do Céu e que a Terra seja iluminada com a sua glória. Então contemplaremos uma colheita de pessoas semelhante àquela testemunhada no dia de Pentecostes”. CT 306. O 4º anjo ainda não tinha descido do Céu.

1899 - ONZE ANOS DEPOIS DE 1888:

"Quando a Terra for iluminada Com a glória do anjo de Apocalipse dezoito, os elementos religiosos, bons e maus, despertarão do sono, e os exércitos do Deus vivo tomarão o campo”.
MM 77 255.

1904 - DEZESSEIS ANOS DEPOIS DE 1888:

As profecias de Apocalipse dezoito logo se cumprirão. Durante a proclamação da mensagem do Terceiro Anjo, outro anjo descerá do Céu tendo grande poder, e a terra se iluminará com a sua glória. O Espírito do Senhor abençoará tão graciosamente os consagrados instrumentos humanos que homens mulheres e crianças abrirão os lábios e louvor e louvor e ações de graças, enchendo a Terra com o conhecimento de Deus e com Sua insuperável glória como as águas cobrem o mar”. MM 77 216. Descerá do Céu porque estava lá.

1906 - DEZOITO ANOS DEPOIS DE 1888:

O último grande conflito está diante de nós, mas virá ajuda para todos os que amam a Deus e obedecem a Sua lei, e a Terra, a Terra toda, será iluminada com a glória de Deus. Outro anjo descerá do Céu. Este anjo representa o alto clamor, o qual procederá dos que estão-se preparando para clamar poderosamente, com forte voz: Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, covil de toda espécie de espírito imundo e esconderijo de todo gênero de ave imunda e detestável". ME III 412. 1906 - O anjo estava no Céu.

Obs.: Referindo-se ao anjo de Apocalipse 18, verdade é que o Espírito de Profecia diz que este anjo ainda não desceu do Céu! Porque os nossos estimados irmãos reformistas não pensam mais seriamente nisto?

Estimado leitor, leia de forma racional o que foi aqui apresentado. Errou E.G. White por nunca ter escrito que o 4º Anjo desceu em 1888? Este é um ponto que todo honesto reformista deveria considerar.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

OBJEÇÃO N° 8

O 4º anjo já veio, porque a profetisa escreveu que ele foi enviado para iluminar a terra com a sua glória.

RESPOSTA: Na Bíblia e nos Testemunhos há textos que alguns torcem para satisfazer suas próprias opiniões. É o caso da declaração de TM 468 que diz: “Sei que se deve fazer uma obra em favor do povo, ou muitos não estarão preparados para receber a luz do anjo que foi enviado do Céu para iluminar toda a Terra com a sua glória". 
Este texto é uma citação paralela a de Apocalipse 18:1. Vi descer do céu outro anjo, que tinha grande poder, e a terra foi iluminada com a sua glória”.

Na expressão “foi” o profeta João viu o futuro e descreveu como estivesse acontecido. Em visão o profeta declara como se já fosse algo presente. O Espírito de Profecia esclarece: “No Apocalipse João diz do mensageiro celestial que se une com o terceiro anjo: E vi outro anjo descendo do céu, tendo grande poder e a terra foi iluminada com a sua glória”. 6T 60.

João viu o anjo sendo enviado e a terra iluminada por sua glória. Quando que o profeta teve esta visão? Por volta do ano 100.

Mas se alguém por exemplo procurar se apegar na palavrinha “foi" para dizer que este anjo já veio: perguntaríamos: Qual era a igreja que representava este anjo no ano 100? A resposta correta seria: Nenhuma. João viu a visão futura e ele a descreveu como estivesse acontecido em seus dias. Conquanto esta mensagem tenha sido escrito por João o profeta, desde o ano 100 o seu cumprimento terá início no futuro quando se der a queda completa de Babilônia. Ver: Apocalipse 18:1-5.

Na Bíblia e nos Testemunhos aparece frequentemente o que poderíamos chamar “antecipação" acontecimentos vindouros como se a houvessem ocorrido.
Por outro lado devemos ainda citar a introdução do Testemunho em questão (TM 468) para que se obtenha claro entendimento acerca do que a serva do Senhor está falando. A Sra. White ao declarar este texto temos que considerar também que se tratou de uma visão:

“No dia 3 de novembro de 1890, enquanto me achava a serviço em Salamanca Nova Iorque, estando à noite em comunhão com Deus, fui arrebatada e levada fora de mim mesma” ... TM 460 (introdução ao testemunho).

Este testemunho foi reimpresso de um folheto datado de 3 de novembro de 1890, que E. G. White escreveu em visão. Visão em Salamanca: Ver o relato dessa visão e a sua apresentação em Life Sketches, págs 319-330.

É importante que você conheça “O que está Escrito” para saber como difere “do que é ensinado”. A citação de E.G. White em TM 460, 468 apenas traduz a concepção do profeta João em Apocalipse, e não prova em realidade que o quarto anjo iniciou a sua missão.

Acontecimentos futuros são frequentemente descritos pelos profetas em visão como se já fossem presentes. Ex: Judas 14,15. Ezequiel 28:16,18. Isaías 34:1,2. Apocalipse 18:5. etc.

Outros textos, igualmente apresentam os mesmos fatos: Lucas 20:38. Hebreus 12:22,23. Romanos 4:17. DTN 606. Jó 42:1,5. Portanto não vemos contradição entre E.G. White e os autores bíblicos.

Consideremos ainda outro aspecto da questão:

Note-se como reza o aludido texto quando traduzido textualmente do original em inglês: No livro “LIFE SKETCHES”, lemos: “Eu sei que uma obra deve ser feita em favor do povo, ou muitos não estarão preparados para receber a luz do anjo enviado do céu para iluminar toda a terra com a sua glória”. Life Sketches 327.

Nota: As palavras “que foi” não fazem parte do texto original.

Faz diferença? É claro que sim. Como aparece em Testemunhos Para Ministros alguns podem entender que o quarto anjo já veio mas no original não se pode chegar a essa ideia.

“A melhor maneira de lidar com o erro ‘diz a irmã White’ é apresentar a verdade" EV 166.

Nota: Não sabemos por que os editores fizeram esse acréscimo de palavras em Testemunhos para Ministros página 468, mas permanece o fato de que, devido a esse erro Satanás tem confundido a mente de muitos!

E.G. White declara: “Ao nos aproximarmos do fim, a falsidade estará tão misturada com a verdade, que somente os que têm a orientação do Espírito Santo serão capazes de fazer distinção entre a verdade e o erro”. MM 95 332.

O texto de TM 468 não para aí. Devemos ler também a continuação da declaração: “Não pensei que sereis encontrados como vasos de honra no tempo da chuva serôdia para receber a glória de Deus, se entregardes vossa alma à vaidade, falando coisas perversas e alimentando em segredo as raízes da amargura”. Idem 469.

A Sra. White refere-se a vinda do outro anjo na Chuva Serôdia, EF 174. ME I 192 e não antes. MM 83 277.

Ater-se apenas a uma parte do texto como se vê, é um erro em que muitos cometem.

O que se faz necessário agora é uma obra em favor do povo: Devemos desfazer-nos dos nossos planos acanhados, egoístas, lembrando que temos um trabalho da maior magnitude e da mais elevada importância. Ao fazermos esse trabalho estamos fazendo soar a primeira, segunda e terceira mensagens angélicas e assim sendo preparados para a vinda do outro anjo celeste que com sua glória iluminará o mundo”. TSM III 13.

Os reformistas presumem que o quarto anjo já desceu do Céu em 1888. Porém eles não deveriam esquecer as condições que acima destacamos. Por essa declaração o leitor poderá ver se o povo preencheu ou não a condição necessária para o cumprimento da promessa de Deus. TM 401, SC 253, TM 79,80, TSM I 214, etc. (Recebereis Poder, p 158 – não cumpriu em 1888.)

Os frutos que apareceram depois de 1888 falam por si mesmos.

Obs.: Aos que afirmam teimosamente que o anjo de Apocalipse 18 já desceu do Céu, perguntamos: Onde está a prova disso? Não se pode encontrar tal afirmação senão no desvirtuado Taking up a Reproach. (Ver II Coríntios 4:2 BLH).

O fato de que este Outro anjo ainda não veio, é que a razão de ser deste movimento não pode estar no passado (1888, 1914, 1925) mas sim quando se der a queda completa de Babilônia; conforme declarou a profetisa em GC 610, 390.

O texto em questão TM 468 traz palavras apócrifas (que foi) - Será que os mais “competentes” entre os reformistas continuarão a usar em suas literaturas, não temendo a advertência registrada em Apocalipse 22:18?

Estudo Adicional: A Atuação Deste Outro Anjo
------------------------------------------------------------------------------------------------------

(Essa era para ser abjeção 9, mas falta uma parte. Quem possuir essa parte ficarei grata se postar nos comentários para mim. Coloquei aqui a parte que tenho)

"A morte espiritual tem vindo sobre o povo que devia estar manifestando vida e zelo, pureza e consagração, pela mais ardorosa dedicação à causa da verdade. Os fatos concernentes à real condição do professo povo de Deus falam mais alto do que sua profissão, e tomam evidente que algum poder Cortou o cabo que o mantinha ancorado na Rocha Eterna e que está indo à deriva para o mar, sem mapa nem bússola" RH 24/7/1888.

DEPOIS DE 1888 QUEM REPRESENTOU O TERCEIRO ANJO? Resposta: Os poucos remanescentes fiéis.

ESTA VERDADE FOI ADMITIDA. Escreveu a reforma:

“Duas perguntas oportunas: Como pode a mensagem, por um lado, crescer em força e poder, (TSM II 169) se, por outro lado, a profetisa posteriormente, disse que a mensagem se torna mansa e sem voz? 6T.60. E como pode o anjo voar para a frente, enquanto a igreja que pretende ser esse anjo, retrocede perseverantemente em direção ao Egito?

Evidentemente, essa maioria (igreja) de quem a irmã White deu testemunho, dizendo que retrocedia perseverantemente ao Egito (5T. 217), e que diante dos fatos, cremos já ter chegado lá, não pode ser representada pelo Terceiro Anjo, pois, se o fosse, seríamos obrigados a admitir que o Terceiro Anjo voltou ao Egito.

E se a mensagem cresce, em força e poder, pelo voo do anjo para a frente, é evidente que a mensagem decresce em força e poder, não podendo atingir o volume de um alto clamor, nas mãos de um povo que volta para trás para o Egito. Quem pois, era, então, em realidade, o Terceiro Anjo, em voo para a frente? Era os poucos remanescentes fiéis. Nas suas mãos é que a mensagem crescia, pela obediência, em força e poder”.

Folheto: O 4º Anjo na Profecia e História pág. 17

O REMANESCENTE CONTINUOU COM A REPRESENTAÇÃO DO TERCEIRO ANJO

“Os três anjos de Apocalipse 14 representam o povo que aceita a luz das mensagens de Deus, e vão como agentes Seus fazer soar a advertência por toda a extensão e largura da terra”.
TSM II 156.

Em (1905) declara a irmã White deste remanescente:

“Esses homens não devem permitir que sua crença se transforme em descrença; não devem permitir que a bandeira do Terceiro Anjo lhes seja arrebatada das mãos. Cumpre-lhes manter o princípio de sua confiança firme até o fim”
. ME II 390.

QUEM ENTÃO REPRESENTA O TERCEIRO ANJO?

------------------------------------------------------------------------------------------------------

OBJEÇÃO N° 10

O Espírito de Profecia põe também a descida de Satanás no futuro. 

RESPOSTA: Outro ponto em que muitos tropeçam é em querer comparar a vinda do quarto anjo com as descidas do diabo.

Lemos nas Escrituras que Satanás subiu aos Céus e desceu várias vezes após a sua expulsão. Jó 1:6-12, I Reis 22:19-22, DTN 761, etc.

Nas Escrituras temos lido que Satanás desceu ou seja, lançado por terra.

"Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filho da alva. Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações. Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus Exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do Norte; subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo.” ISAÍAS 14:12-14. E João em Apocalipse referindo a esse tempo em que ele foi lançado do céu declara: “Pelo que alegrai-vos ó Céus, e vós que neles habitais. Mas ai dos que habitam na terra e no mar, porque o diabo desceu a vós com grande ira, sabendo que já tem pouco tempo". APOCALIPSE 12:12. Lendo os versos 7 e 8 do mesmo capítulo vemos claramente que esta passagem, além de ter uma aplicação à expulsão de Satanás do céu, terá outra que a seguir trataremos:

Aplicação a primeira expulsão.

"Então houve guerra no Céu. O filho de Deus, o Príncipe do Céu, e Seus Anjos leais empenharam-se num conflito com o grande rebelde e com aqueles que se uniram a ele. O Filho de Deus e os anjos verdadeiros e leais prevaleceram; e Satanás e seus simpatizantes foram expulsos do Céu”. HR 19.

“Não mais se achando livre para instigar a rebelião no Céu, encontrou a inimizade de Satanás contra Deus um novo campo ao tramar a ruína do Gênero humano”. PP 44.

E além desta; terá outra aplicação, no final, quando ele procurar imitar a descida de Cristo nas nuvens no Céu para enganar.

“O apóstolo S. João ouviu em visão uma grande voz no Céu exclamando: Ai dos que habitam na Terra e no mar; porque o diabo desceu a voz, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo. Apocalipse 12:2. Terríveis são as cenas que provocam esta exclamação da voz celestial. A ira de Satanás aumenta à medida em que o tempo se abrevia, e sua obra de engano e destruição atingirá o auge no tempo de angústia.
Terríveis cenas de caráter sobrenatural logo se manifestarão nos Céus, como indício do poder dos demônios, operadores de prodígios”.
GC 629.

“Como ato culminante no grande drama do engano, o próprio Satanás personificará Cristo. A igreja tem há muito tempo professado considerar o advento do Salvador como a realização de suas esperanças. Assim, o grande enganador fará parecer que Cristo veio. Em várias partes da terra Satanás se manifestará entre os homens como um ser majestoso, com brilho deslumbrante, assemelhando-se à descrição do Filho de Deus dada por S. João no Apocalipse (Cap. 1:13-15). A glória que o cerca não é exercida por coisa alguma que os olhos mortais já tenham contemplado. Ressoa nos ares a aclamação de triunfo: Cristo veio. Cristo veio. O povo se prostra em adoração: ante dele, enquanto este ergue as mãos e sobre eles pronuncia uma benção, assim como Cristo abençoava seus discípulos quando aqui na terra esteve. Sua voz é meiga e branda, cheia de melodia. Em tom manso e compassivo apresenta algumas das mesmas verdades celestiais e cheias de graça que o Salvador proferia; cura as moléstias do povo, e então, em seu pretenso caráter de Cristo, alega ter mudado o sábado para o domingo, ordenando a todos que santifiquem o dia que ele abençoou. Declara que aqueles que persistem em santificar o sétimo dia estão blasfemando de Seu nome pela recusa de ouvirem Seus anjos a eles enviados com a luz e a verdade. E este o poderoso engano, quase invencível. Semelhante aos samaritanos que foram enganados por Simeão Mago, as multidões desde o menor até o maior, dão crédito a esses sortilégios, dizendo: “Esta é a grande virtude de Deus". Atos 8:10. GC 629,630.

Mas o povo de Deus não será desencaminhado. Os ensinos deste falso Cristo não estão de acordo com as Escrituras. Sua benção é pronunciada sobre os adoradores da besta e da sua imagem, a mesma classe sobre a qual a Bíblia declara que a ira de Deus, sem mistura, será derramada”. GC 630.

“Nos últimos dias haverá um povo que será leal à santa Lei de Deus. Através da obediência aos Seus preceitos, eles estarão preparados para permanecer de pé no grande dia da ira. Angústia e aflição virão sobre eles, pois Satanás descerá com grande ira, sabendo que seu tempo é curto”. ST 27/5/1889.

Obs.: Notemos que aqui não diz que Satanás descerá do Céu. Mas simplesmente descerá. E como descerá? Nos últimos dias ele se apresentará de tal maneira que faça os homens crerem que ele é Cristo vindo pela segunda vez ao mundo. Ele se transformará na verdade em anjo de luz”. TSM l 122, 123. (1889)

Não diga que Satanás descerá do céu, pois isso será parte de seu engano. A descida de Satanás que se dará é o ato culminante no grande drama do engano. MM 59 346. SC 50.

Não tem nenhuma relação com a do glorioso anjo de Apocalipse 18:1 que o testemunho diz claro e inquestionavelmente que virá em “um tempo” GC 609, e não em vários tempos.

O texto de ST 27/5/1889, que se refere a Satanás não deve ser interpretado como ensinando que o quarto anjo tenha várias fases. Tal interpretação é absurda. É tão errado tal aplicação como seria errado dizer que Satanás ainda tem acesso ao Céu.

Não se deve usá-la onde não se aplica. Portanto comparar as descidas ou quedas do diabo com o celeste anjo de apocalipse 18, é errôneo, impróprio e enganoso. Não misturemo-las como fazem os Pentecostais com as duas leis! Não se deixe levar pelo falso conceito criado pelos líderes reformistas.

COMO A FALSIFICAÇÃO DIFERE DO QUE É GENUÍNO

"Não será permitido a Satanás imitar a maneira do advento de Cristo... Portanto se vos disserem: Eis que Ele está no deserto, não saiais; eis que Ele está no interior da casa, não acrediteis. Porque, assim como o relâmpago sai do Oriente e se mostra até o Ocidente, assim Será Também a vinda do Filho do homem. Mateus 24:24-27. Não há possibilidade de ser imitada esta vinda. Será conhecida universalmente, testemunhada pelo mundo inteiro”. GC 630.

SATANÁS FALSIFICA A OBRA QUE NÃO PODE EFETUAR

"Há necessidade agora de homens e mulheres que trabalhem com diligência, buscando a salvação de almas, pois Satanás, como poderoso general, tomou o campo, e neste último tempo que resta ele está trabalhando por todos os métodos concebíveis para fechar a porta à luz que Deus quer que chegue a Seu povo. Ele está arrastando todo o mundo para suas fileiras, e os poucos que lhes são fiéis aos requisitos de Deus constituem os únicos capazes de resistir-lhe, e ele está procurando vencer até mesmo a estes... Ide a Deus por vós mesmos; orai pedindo iluminação divina, para que possais saber que conheceis o que é verdade, de modo que quando se manifestar o maravilhoso poder que realiza prodígios, e o inimigo se apresentar como anjo de luz, possais distinguir entre a genuína obra de Deus e a imitação dos poderes das trevas". ME III 389.

“Satanás está procurando conseguir toda a vantagem. Disfarçado de anjo de luz percorrerá a Terra como taumaturgo. Com bela linguagem apresentará sentimentos sublimes. Falará boas palavras e realizará bons atos. Personificará a Cristo, mas um ponto haverá notável diferença. Satanás apartará as pessoas da lei de Deus. Não obstante imitará tão bem a justiça que, se possível, enganaria os próprios eleitos”. FEC 471, 742.

"Há porém um limite do qual Satanás não pode ir, e aí ele chama em seu auxílio o engano, e falsifica a obra que não tem realmente o poder de efetuar”. TSM I 122.

“Assim, o grande enganador fará parecer que Cristo veio. Em várias partes da terra. Satanás se manifestará entre os homens como um ser majestoso, com brilho deslumbrante, assemelhando-se à descrição do Filho de Deus dada por João no Apocalipse”.
GC 629.

“O inimigo está-se preparando para enganar o mundo inteiro por seu poder operador de milagres. Ele pretenderá personificar os anjos de luz, personificar a Jesus Cristo”. ME II 96.

Nota: Com o devido respeito dizemos que a indagação de dizer que o anjo de Apocalipse 18 já iniciou a sua obra na terra parece ser de quem jamais leu a Bíblia. Leia por favor o capítulo 18 do Apocalipse.

Bastaria apenas ler a Bíblia com sinceridade e consideração e isso seria o suficiente; mas isto é difícil para os que têm espírito preconcebido. E.G. White explica isto nas seguintes palavras: “A única maneira de saber que tendes a verdadeira luz do Céu, é comparar a luz que recebestes com as Escrituras”. MM 92 115.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------

OBJEÇÃO N° 11

Não importa se a reforma não é o 4o anjo. Só o que importa é sermos salvos

RESPOSTA: Achamos oportuno mencionar que há irmãos reformistas que sabem que o quarto anjo ainda não veio. Mas que não tomaram ainda atitude amadurecida pela verdade. A estes, é tempo de meditarem nas palavras do apóstolo Paulo que diz:

“E digo isto a vós outros que conheceis o tempo, que Já é hora de vos despertardes do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto do que quando no princípio cremos. Vai alta a noite e vem chegado o dia. Deixemos, pois, as obras das trevas, e revistamo-nos das armas da luz”. Romanos 13:11,12.

Aos irmãos reformistas que são sinceros e tem por longo tempo vivido na ilusão de um movimento que não é o que seus dirigentes pretendem que seja, tem nesta oportunidade abundante matéria para Meditação e, consequentemente para uma tomada de posição “SAI DELA”, enquanto é tempo. (João 12:35,36) (João 9:41).

EXISTE LUGAR PARA OS NEUTROS? I Reis 18:20,21.

“Por que claudicais sobre dois pensamentos, vós que conheceis a verdade? Se o Senhor é Deus segui-lo: se Baal, segui-lo. Os seguidores de Cristo, não tem direito de permanecer em uma atitude de neutralidade”.
RH 25/2/1902.

O QUE VERÁ O POVO QUANDO FOR TARDE DEMAIS?

“Membros da igreja que viram a luz e se convenceram, mas confiaram a salvação de sua alma ao pastor, no dia de Deus ficarão sabendo que outra pessoa não pode pagar o resgate por suas transgressões. Haverá um terrível clamor: Estou perdido, eternamente perdido. Homens ficarão com vontade de despedaçar aos pastores que pregaram falsidades e condenaram a verdade." (4BC. 1.157(1900).

Os Testemunhos predizem e os fatos o confirmam. Que isso não venha acontecer com você.

“A palavra de Deus é invalidada por falsos pastores. Em breve sua obra recaíra sobre si mesmo. Então serão testemunhadas as cenas descritas em Apocalipse 18, em que os juízos de Deus cairão sobre a Babilônia mística”.
MS 50 (1900)

Escutemos a Palavra de Deus que nos diz: “Hoje se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações." Hebreus 4:7.

E.G. White escreve: “Devemos estudar a verdade nós mesmos. Não se deve esperar que qualquer homem pense por nós. Não importa quem seja, ou que posição esteja colocado, não devemos esperar que qualquer homem seja critério para nós”. TM 109, 110.

O leitor precisa reproduzir em sua própria mente a verdade aprendida; estude por si mesmo. Aprenda a andar! 

Que fara você agora com esta verdade?

“O Senhor deseja que a verdade chegue ao povo, e isto somente pode ser conseguido, através do trabalho pessoal.”
RH 29/12/1904.

“A melhor maneira de ajudar as pessoas a decidir-se pela mensagem é por meio de esforços pessoais”. RH 8/12/1885.

De início selecione poucos textos simples e diretos e peça para que a pessoa leia. Esforce-se por ensinar com a maior clareza e a maior lógica possível, e verificará que as verdades se tornam poderosas sendo aclaradas desta maneira. 
Fazendo assim, estes estudos ajudarão para que usando-os, os sinceros possam decidir-se pela verdade. Fale com seu irmão ao lado sobre o assunto pois agora a responsabilidade, ela é Sua. (Ezequiel 33:3-6). 

Siga o exemplo de Cristo. Ele não esperou que as pessoas viessem a ele, mas foi a procura dos que queriam escutar a verdade. Fazer esta obra exige coragem. Satanás e seus instrumentos certamente tentarão impedi-lo, assim como tentaram fazer com os cristãos primitivos parassem de pregar. (Atos 4:17-20) (Atos 5:27-29).

Mas não precisa temer; Cristo fortaleceu aqueles primitivos cristãos e fará o mesmo por você hoje. Bom é nos lembrarmos de que não estamos sozinhos - a irmã White escreveu: “Dizeis: estamos em minoria. Não é Deus uma maioria? Se estamos ao lado do Deus que fez o céu e a terra, não estamos nós do lado da maioria? Temos os anjos, magníficos em poder, ao nosso lado”. TE 257,258. Portanto, Ânimo no Senhor! Josué 1:9

REFLEXÃO

1. Como a irmã White explica Apocalipse 14:8?
2. De acordo com o Espírito de Profecia, como devemos entender Apocalipse 18:1-5?
3. Quem é o agente mencionado em Apocalipse 18:4?
4. Por que o quarto anjo ainda não desceu do Céu?
5. Que trabalho deve ser visto entre o povo remanescente de Deus antes da vinda daquele outro anjo?
6. Qual é o nome do texto falso usado pela reforma que declara que o anjo de Apocalipse 18 já desceu do Céu?
7. Que acontecerá aos falsos pastores e ao rebanho a quem eles ensinaram falsidades e condenaram a verdade?
8. De acordo com o Espírito de Profecia quantos tempos tem a vinda do anjo de Apocalipse 18? E quando ocorrerá?
9. Que outras provas temos de que a vinda desse outro anjo é somente futura?
10. Como o erro de Ana Phillips nos serve de advertência hoje?
11. Cite algumas datas que provam que o quarto anjo não veio em 1888.
12. Se o quarto anjo tivesse vindo em 1888 que teria já acontecido?
13. Que homens comissionados por Deus em 1888 representaram o Terceiro Anjo?
14. Em 1890 de qual anjo disse a Sra. White ser a justificação pela fé?
15. Quando será o tempo do anjo de Apocalipse 18 se unir ao Terceiro Anjo?
16. Qual a razão de vir à existência o movimento simbolizado pelo anjo de Apocalipse 18? Queda de Babilônia quando os seus pecados se acumularem até o Céu, ou os reformistas organizados em 1925?
17. Quando os pecados de Babilônia se acumulam até ao Céu?
18. Porque só alguns, e não todos, estão em condições de compreender a verdade?
19. O que acontece com todos os que buscam ganchos em que pendurar suas dúvidas?
20. Que castigo recairá sobre os que tiram ou acrescentam algo ao verdadeiro significado do livro de Apocalipse? Apocalipse 22:18,19.

Tudo isso traz à mente o seguinte parágrafo:

“Ninguém pode permanecer em atitude de indiferença e confiança própria, dizendo: Sei o que é a verdade. Estou satisfeito com minha situação. Firmei minhas estacas e, venha o que vier, não deixarei minha posição. Não ouvirei a mensagem desse mensageiro, pois sei que não pode ser verdadeira. Por terem seguido esse caminho é que as igrejas populares não foram alcançadas pelas mensagens celestiais, sendo deixadas em escuridão parcial”. CSES 28.

CARTA AO LEITOR

Alguns há que não querem reconhecerem as evidências apresentadas. Nem permitem serem convencidos. Sua inquirição não tem o propósito de chegar à verdade. Quando suas perguntas são respondidas, mudam de assunto trazendo novo ponto, para evitar o reconhecimento da verdade. (Tito 3:10,11).

Permiti-me dizer-vos aos que Deus mostrará que não depende de força numérica ou material para conclusão de Sua obra na terra. TSM II 421, EV 558, SC 24, TSM III 296,297, EF 175-177. TSM III 145. SC 25 DTN 219, TSM II 531, GC 144, etc.

Não se pode conhecer a verdade no tocante a um pleito, se ouve somente um dos lados. Não raro temos má impressão de um indivíduo porque alguém que com ele não simpatiza, o caluniou aos vossos ouvidos. Ao errarmos porém em contato com esse indivíduo, vemos que não é o que dele pensávamos. E que a história fora mal contada. O mesmo acontece no terreno religioso.

Disse alguém: Mesmo se Gabriel fizesse uma visita a IASD-MR. mesmo ele não escaparia das línguas sempre em atividade. Salmos 15:1-3. Tiago 4:11,12. Salmos 52:2-4. Provérbios 15:28. Provérbios 16:28. Provérbios 18:21. Provérbios 20:19. Provérbios 26:20. Tiago 3:3-10. Mateus 7:3-5. II Coríntios 11:26. TSM I 44. MDC 125.126. TSM II 22,23. FEC 458. LA 440, 441. TSM II 258. TM 505. MDC 55,56. MM 68 178. PP 316,317. TSM II 83. I Coríntios 15:33.

“Os que permitem que o preconceito ponha na mente uma barreira contra a recepção da verdade, não podem receber a iluminação divina. No entanto, ao ser apresentado um ponto de vista das Escrituras, muitos não perguntam: Isto é Verdade? Está em harmonia com a Palavra de Deus? Mas: Por quem é defendido? E a menos que venha pelo instrumento que lhes agrada, não o aceitam. Tão plenamente satisfeitos estão com suas próprias ideias que não examinarão a evidência escriturística com o desejo de aprender, antes recusam ser interessados, meramente devido aos seus preconceitos”. TM 105,106.

“Aqueles aos quais é pregada a mensagem da verdade, raras vezes perguntam se ela é verdadeira, mas sim: Por quem é ela defendida? Multidões a avaliam pelo número dos que a aceitam; e faz-se ainda a pergunta: Creu qualquer dos homens eruditos ou dos guias religiosos? Os homens não são hoje em dia mais favoráveis à verdadeira piedade, do que nos dias de Cristo”. DTN 459.

“Toda alma precisa olhar para Deus em contrição e humildade, para que Ele guie, dirija e abençoe. Não devemos confiar aos outros a investigação das Escrituras para nós. Alguns de nossos irmãos dirigentes têm-se frequentemente colocado em posição errônea; e se Deus mandasse uma mensagem e esperasse por esses irmãos mais idosos para abrir caminho ao progresso da mesma, ela nunca chegaria ao povo”. OE 303.

Tendo-se em vista estas verdades, os dirigentes vêm-se interpondo entre 0 povo e a mensagem autêntica. Mateus 23:13. Lucas 14:23. OE 304. Algumas vezes usam textos ou frases isoladas que na maioria dos casos nada tem a ver com o que querem provar. Na realidade mutilam a Palavra de Deus dando diferente sentidos, alterando e até citando textos inexistentes. Recorrem para alguns outros textos, dos quais extrai apenas falsas deduções e nada mais.

Qualquer pessoa honesta que tenha conhecimento de regras de interpretação de textos, certamente não terá dificuldade para compreender o emaranhado de erros e interpretações falsas do reformismo.

A esperteza de "alguns reformistas” não conhece limites! Em um livro chamado "IDE E ENSINAI” pág. 144, é citado o seguinte texto: Não há esperança em Sardo nem em Laodiceia. Saindo de tais condições, devem os vencedores ingressar na igreja de Filadélfia... SIGNS OF TIMES (Sinais dos Tempos), 17/1/1901, pág. 7,8.

Obs.: Alguns dirigentes da IASD-MR sabem que há erros publicados em seus livros, mas nada fazem para corrigi-los.

Em carta de 13 de Julho de 2001 encaminhada a mim, escreve o pastor Alfons Balbach, parte da qual reproduzirmos abaixo:

Prezado jovem Emerson.

“Não sei como poderei ajudá-lo a encontrar o texto em questão. - "Não há esperança em Sardo nem em Laodiceia ... “Não existe a revista Signs of the Times de 17/1/1901. A revista era publicada semanalmente: Janeiro, 2,9,16,23,30, etc. Só as edições dos dias 2 e 30 trazem artigos da irmã White. Não sei explicar o equívoco”.

Obs.: Devemos ter em mente, porém, que citar uma verdade não é a mesma coisa que inventar a verdade. A verdade não se inventa.

O centro de Pesquisas Ellen G. White no Brasil e nos Estados Unidos igualmente confirma a inexistência desta citação. Quem é o autor desta fraude? Com certeza não foi o Anjo do Apocalipse 18!

PALAVRAS FINAIS


Outras objeções também surgem, mas são objeções fracas e arenosas. São, enfim tão insignificantes que não vale a pena perder tempo em refutá-las. Os reformistas perdem o caminho ao discutir o capítulo 18 do apocalipse.

Se desejas ter melhor conhecimento sobre este assunto, queiras entrar em contato conosco em busca de Maiores Informações. Este estudo foi apenas um pequeno passo nesta direção. (João 16:12). Portanto não damos o assunto por terminado.


Fonte: Apostila de Emerson RochaA HORA DA VERDADE -O Anjo de Apocalipse 18 - TEMPO E CIRCUNSTÂNCIA PARA SUA VINDA

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Ao fazer seu comentário lembre-se de falar sobre o tema da postagem e não coloque endereços de outros sites e blogs. Não publico comentários que não estejam de acordo com as regras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...