sábado, 10 de outubro de 2015

Terceiro caso de texto falsificado pela Igreja da Reforma

Já publiquei aqui no blog dois estudos falando sobre esse tema, mas pelo visto, essa questão da falsificação de textos atribuídos a Ellen White ou mesmo a líderes pioneiros adventistas é recorrente na igreja da reforma.

Hoje eu trago para meus leitores e estudiosos da verdade sobre o movimento de reforma mais uma mentira e engano propagado por um século a seus membros por esse falso movimento reformatório.


Estava eu, olhando os compartilhamentos de amigos no facebook no dia 3 de outubro de 2015, quando me deparei com uma discussão sobre a nova posição da igreja da reforma sobre estarem no período de Laodiceia. Lendo as publicações percebi que os próprios membros dessa igreja a desmascaram no quesito, TEXTO FALSO, mais uma vez. Infelizmente para os reformistas e felizmente para nós, a verdade veio a tona.

Abaixo poderão ler e conferir os print que dei nas conversas dos membros da reforma sobre o assunto. Embacei as fotos, mas deixei os nomes para provar que o que eu escrevo é verdade e não invenção minha. Também fiz um vídeo da discussão toda e coloquei no youtube para quem quiser ver que é tudo verdadeiro.




Segundo os próprios reformistas todos os textos da lição da escola sabatina deles são inspirados e o que vemos é outra falácia e sua casa que foi construída na areia, ruindo com um vento produzido por eles mesmos. 


Imagem do texto falso na lição da escola sabatina da reforma de 1954




Segue abaixo o texto falso para quem quiser usá-lo ou não conseguir ver direito a imagem:

"Não há esperança em Sardo nem em Laodiceia. Saindo de tais condições, devem os vencedores ingressar na igreja de Filadélfia - amor fraternal. Ele pleiteia com os poucos nomes de Sardo. Sobre a maior parte dos de Sardo Cristo virá como um ladrão para um rápido juízo, mas salvará alguns. Ele não tem promessa aos de Laodiceia como um todo. 'Se alguém ouvir a Minha voz'. Pleiteia com os indivíduos, mas os indivíduos que abrem a porta do coração e deixam Cristo entrar, que entram em maravilhosa comunhão com seu divino Senhor, entrarão por esse mesmo processo na condição do amor fraternal. Estes constituirão o remanescente que guarda a palavra de Sua paciência, contra os quais Ele não tem condenação, que estão prontos para a trasladação. Ao invés de uma condição de mornidão, dispõem-se a uma árdua luta, zelo sincero, conflito severo: mas o que vencer participará do reino de Cristo eternamente". Signs of the Times (Sinais dos Tempos), 17/1/1901, págs. 7 e 8.


Imagem do texto falso no livro "Ide e ensinai" de Olmício N. Freitas, página 144.




Para quem tiver interesse em conferir a pesquisa na internet e verificar que realmente o texto não existe. Segue os links:


Link para os arquivos da revista Signs of the times para 1901.

http://docs.adventistarchives.org/documents.asp?CatID=26&SortBy=1&ShowDateOrder=True&offset=500

Busca por citações de Ellen G. White na revista Signs of the times de 1901, não existe. Podem conferir no link: 

http://text.egwwritings.org/search.php?lang=pt&collection=65&section=all&QUERY=signs+of+the+times+1901&Search=Busca&hitLength=short&hitsOnPage=20&sortBy=perbook

Busca pela revista Signs of the times no google, apareceram somente alguns meses e nenhuma referência ao mês de janeiro. Confiram no link: 

http://centrowhite.org.br/files/ebooks/apl/all/Jones/The%20Signs%20of%20the%20Times%20(1901-1905).pdf

Print da página da Signs of the Times do ano de 1901


E por fim o vídeo da discussão entre os reformistas sobre o tema.




Links para os outros dois casos de textos falsificados pelo Movimento de Reforma:

1- http://movimentodereforma.blogspot.com.br/2014/05/textos-falsificados-de-ellen-white.html

2- http://movimentodereforma.blogspot.com.br/2015/04/outro-texto-adulterado-pela-igreja-asd.html

2 comentários :

  1. Eu vi algo sobre voltar a ser filadé=lfia no adventista.com um site de Ant trinitarianos, alias a visão dos 144 mil é a mesma da reforma,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses dissidentes compartilham muitas doutrinas errôneas.

      Excluir

Ao fazer seu comentário lembre-se de falar sobre o tema da postagem e não coloque endereços de outros sites e blogs. Não publico comentários que não estejam de acordo com as regras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...