quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Ellen White não é uma “Segunda Bíblia”

Estudo retirado do site Novo Tempo e publicado por Leandro Quadros.

1 Crônicas 29:29
Fico impressionado com tamanha desinformação que se espalha no mundo religioso a respeito das crenças dos Adventistas do Sétimo Dia. Uma das acusações que mais recebo é a de que “os sabatistas fazem de Ellen White uma segunda Bíblia”. Fico triste em ver que muitos irmãos preferem dar crédito à informações de “terceiros” ao invés de irem “direto na fonte”.

A seguir disponibilizarei aos internautas algumas citações da própria Ellen White sobre a autoridade da Bíblia. Li-as num dos programas na TV, ao vivo. Em seguida, vou explicar a qual classe de profetas Ellen White pertence a fim de que isso fique esclarecido de uma vez por todas.

Postarei mais documentos sobre o assunto, mas, a princípio, creio ser o suficiente. Vamos lá:

Citações de Ellen White sobre a Bíblia

Para que inverdades não sejam espalhadas na internet (como têm sido), quero que os irmãos que acessam este blog procurem ler alguns trechos do capítulo 14 do livro Conselhos Para a Igreja. Quem ler tal capítulo e continuar acusando os Adventistas de terem uma “segunda Bíblia”, faz parte dos mentirosos mencionados em Apocalipse 22:15. Desculpe-me, mas, tenho que ser franco.

Diz a autora (inicialmente, algumas citações do cap. 13 do referido livro):

“Nas Escrituras, milhares de gemas da verdade se encontram ocultas para o pesquisador superficial. Jamais se esgota a mina da verdade”

“Cristo e Sua Palavra estão em harmonia perfeita”.

“Se o povo de Deus apreciasse a Sua Palavra, teríamos um Céu na igreja, aqui na Terra”.

“Dia a dia você deve aprender alguma coisa nova das Escrituras”

“Pais, se quiserem educar seus filhos para servir a Deus e fazer o bem no mundo façam da Bíblia o seu guia“

“Sem a guia do Espírito Santo estaremos continuamente sujeitos a torcer as Escrituras ou a interpretá-las erradamente” - págs. 87-89.

A Bíblia é completa?

Com certeza. É nisso que os Adventistas e Ellen White acreditam:

“Toda palavra de Deus é pura; ele é escudo para os que nele confiam. Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda, e sejas achado mentiroso.” Provérbios 30:5-6.

“A Palavra de Deus é suficiente para iluminar o Espírito mais obscurecido, e pode ser compreendida por todo aquele que sinceramente deseja entendê-la” – Pág. 93 (Capítulo 14, do livro supracitado. Casa Publicadora Brasileira, 2007).

A que grupo de profetas Ellen White faz parte?

Aos profetas não canônicos, ou seja: aqueles que não têm livros na Bíblia:

“Os atos, pois, do rei Davi, tanto os primeiros como os últimos, eis que estão escritos nas crônicas, registrados por Samuel, o vidente, nas crônicas do profeta Natã e nas crônicas de Gade, o vidente” 1 Crônicas 29:29.

“Quanto aos mais atos de Salomão, tanto os primeiros como os últimos, porventura, não estão escritos no Livro da História de Natã, o profeta, e na Profecia de Aías, o silonita, e nas Visões de Ido, o vidente, acerca de Jeroboão, filho de Nebate?” 2 Crônicas 9:29.

“Quanto aos mais atos de Roboão, tanto os primeiros como os últimos, porventura, não estão escritos no Livro da História de Semaías, o profeta, e no de Ido, o vidente, no registro das genealogias? Houve guerras entre Roboão e Jeroboão todos os seus dias.” 2 Crônicas 12:15.

Em 2 Samuel 12, vemos que Davi aceitou o profeta Natã – mesmo não tendo livros na Bíblia – com a mesma autoridade profética que os demais (não existem “graus de inspiração”. Uma pessoa é inspirada por Deus ou pelo diabo).

Qual o objetivo dos escritos de Ellen White? Complementar a Bíblia?

De forma alguma. Deixemos que ela mesmo responda:

“Os Testemunhos [livros e demais escritos dela] não estão destinados a comunicar nova luz; e sim imprimir fortemente na mente as verdades da inspiração que já foram reveladas"

“Os Testemunhos não têm por fim diminuir a Palavra de Deus, e sim exaltá-la (outros livros fazem isso!) e atrair para ela as mentes, para que a bela e singeleza da verdade possa impressionar a todos” - pág. 93.

“Recomendo-vos, caro leitor, a Palavra de Deus como regra de vossa fé e prática. Por essa Palavra seremos julgados. Nela Deus prometeu dar visões nos “últimos dias”; não para uma nova regra de fé, mas para conforto do Seu povo e para corrigir os que se desviam da verdade bíblica. Assim tratou Deus com Pedro, quando estava para enviá-lo a pregar aos gentios. Atos 10″ – Primeiros Escritos, pág. 78.

Sendo que Ellen White:

1) Não é um complemento à Bíblia;
2) Faz parte da lista de profetas não canônicos;
3) Os livros dela têm como objetivo nos levar à Bíblia (outros autores escrevem sobre a Bíblia para isso)

E que:

1) O dom profético foi prometido para os últimos dias, mesmo tendo nós a Bíblia (Atos 2:17, 18);
2) Sem profecia o ser humano se corrompe (Provérbios 29:18).

Não vejo contradição em aceitar a Bíblia como regra de fé e os escritos de Ellen White como meio de Deus para conduzir as mentes À BÍBLIA SAGRADA.

Isso em nada altera a supremacia da Palavra de Deus!

Depois dessas citações da própria escritora (e das informações bíblicas), alguém será tão corajoso a ponto de continuar afirmando que “Ellen White é uma segunda Bíblia para os Adventistas”?

Com carinho,
Leandro Quadros.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Ao fazer seu comentário lembre-se de falar sobre o tema da postagem e não coloque endereços de outros sites e blogs. Não publico comentários que não estejam de acordo com as regras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...