quinta-feira, 12 de julho de 2012

Obra Educacional da IASD-MR: Colégio Renascença

História
No início desta década, a diretoria da União Norte-Brasileira
decidiu construir uma escola na cidade de, Brasília. O nome inicialmente pensado foi “Felipe Melanchton”.Posteriormente, achou-se que seria melhor o nome “Isaac Newton”, seguindo o padrão da rede de escolas com este nome. Contudo, ao irem à Secretaria de Inspeção de Ensino do Distrito Federal para
solicitar a aprovação do nome,verificaram que há outra escola na região com esta designação, o que impossibilitou o seu uso. 

Logo depois a diretoria da UNINORTE abriu espaço para sugestões de nomes pela irmandade da região. O mais sugerido foi “Renascença”. As­sim, começaram a providen­ciar a documentação necessá­ria para o reconhecimento da escola. Entraram com um processo na Secretaria de Inspeção de Ensino do Distrito Federal em novembro de 1994, solicitando permissão para funciona o maternal e o jardim-de-infância, abrangendo crianças de dois a seis anos de idade. Em novembro de 1994, a escola estava com a parte ad­ministrativa e uma sala de aula quase prontas. Ainda faltavam muitas instalações, como as partes elétrica e hidráulica, sa­nitários e piso. 


A inauguração aconteceu no dia 13 de fevereiro de 1995, com o início do calendário es­colar. No final do ano de 1995, a escola contava com 22 alunos. O número de alunos subiu para 128 no ano seguinte. Em 1996, estavam funcionando a primeira, segunda e terceira séries.E até novembro de 1996 haviam empregado R$ 507.978, na construção da escola. O número máximo de alunos é de 630 que a escola comporta.

Filial em Palmas


O Centro Edu­cacional Renascença iniciou uma instituição de ensino em 2002, em um prédio alugado em Palmas, TO, o Centro Educacional Passos para a Vida com cento e noventa alunos matri­culados. Segundo eles foi pela gra­ça de Deus que deram inicio a esse empreendimento, mas quando fechou e hoje não funciona mais foi graças a quem?

Pedidos de ofertas

Como é possível notar a obra educacional reformista é relativamente nova no Brasil e principalmente no centro-oeste e união norte de sua associação que conta hoje somente com essa instituição em Brasília por que está construída no fundo da igreja da asa norte.

Vale lembrar que inicialmente o plano dos reformistas era construir uma outra clínica naturista, mas o governo não permitiu e como já haviam gasto na construção resolveram mudar para uma escola que mal consegue se alto sustentar e não possui verba para ampliação como outras instituições reformistas também não, revelando que são maus admistradores. 

O mais incrível é que gastaram mais de 500 mil reais e depois de 1996 ainda ficavam pedindo mais, porque não davam conta de se alto ampliar ou mesmo melhorar a escola com o dinheiro que recebia dos alunos matriculados. Vejam abaixo as duas vezes que pediram dinheiro para a escola Renascença, através da escola sabatina.




Fontes: Todas as informações deste texto foram tiradas das publicações da própria igreja que podem ser conferidas nas lições da escola sabatina e na revista Observador da Verdade de março/abril de 1997, páginas 27 a 29 e janeiro/fevereiro de 2002, página 22.



3 comentários :

  1. Muitos criticam aquilo que não sabem!!!
    podes publicares coisas contra, mas nunca vou aceitar em vc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É algumas pessoas preferem permanecer cegas à aceitar o remédio se ele vem de alguém que elas consideram indignas, ou de quem não gostam. Mas o interessante é que estas pessoas são as únicas prejudicadas no caso. Marcelino se aqui fossem colocadas as cartas escritas pelos próprios membros da reforma denunciando a má adm da editora e as falcatruas de seus lideres vc aceitaria? e se eu, que nunca vi a Silvana te mandasse esses documentos vc aceitaria? acho que não. Nesse caso quem continua na cegueira é vc. Que Deus te abençoe e te liberte dos condutores cegos

      Excluir
  2. Adorei relembrar minha escola. Fui aluna da primeira turma de terceira e quarta serie do Renascença Brasilia. Minha turma da terceira serie tinham 6 alunos, lembro o nome de todos; thiago, nathally, henrique e pedro e eu, Stephane. Depois entrou a paula no meio do curso.

    ResponderExcluir

Ao fazer seu comentário lembre-se de falar sobre o tema da postagem e não coloque endereços de outros sites e blogs. Não publico comentários que não estejam de acordo com as regras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...