quinta-feira, 17 de novembro de 2011

BOLETIM N° 03 DA CONFERÊNCIA GERAL


3031 Franklin Boulevard 
Sacramento, Califórnia, USA.

Queridos irmãos e irmãs:
A graça e o amor de Deus seja convosco. Salmos 122:6-7. 


Neste boletim encontrareis o resultado e decisão final da Conf. Geral e da "Nova Organização". Seguramente estareis contentes, ao experimentar que o Senhor em todos nossos esforços, nossa posição como Reforma, na conservação, para defender nossa fé fundamental, tem estado conosco. Depois de muitas experiências, e muitos dias e noites, nas coisas do Senhor, nos tem dado liberdade e paz. Os últimos dias da Conf. Geral, foram ricamente abençoados. Nossa posição que temos tomado na Conferência, foi obrigada pela condição que temos aclarado no Boletim N° 1 e 2. A aclaração que foi dada dos delegados que estavam fiéis nos princípios da Reforma, finalizou a detenção e abriu o caminho para seguir os negócios da Conferência Geral.

O Senhor nos tem abençoado em todas nossas consultas, conselhos e, em curto tempo nos pudemos reorganizar. Depois da rejeição da declaração e nossa exclusão e destituição de cargos nas Uniões, as quais representamos e cujos interesses defendemos, e, depois de que eles abandonaram a sala de reunião, mudando-se para Utrecht, na casa do ir. Ringelberg, não temos reconhecido suas ilegais sentenças, as quais eles proclamaram contra nós, mediante seus delegados, alguns inaptos, e, que somente para este fim foram chamados às reuniões, para afirmar a política de alguns poucos homens os quais estavam decididos a seguir tendo o controle da obra ilimitadamente em suas mãos. Nós rejeitamos a pretendida autoridade do ir. Kozel, Müller e, ao entretanto presidente, ir. Ringelberg, e cremos que os passos que nós fomos obrigados a tomar os reconheçais como bons e necessários por estar o alto estado moral do Movimento de Reforma em perigo. Trazemo-vos aqui uma lista dos encarregados da Conf. Geral os quais representarão os interesses da Conf. Geral dos Adventistas do Sétimo Dia - Movimento de Reforma, com a central da direção acima mencionada.

Os encarregados, os quais foram escolhidos para administrar a Conf. Geral são os que seguem:

Presidente: ir. D. Nicolici 
Diretor da Esc. Sabatina: ir. C.T.Stewart 
Secretário: ir. C.T.Stewart
Tesoureira: ir. L. Ehrlich 
Diretor da Obra Missionária: Ir. S.Eggarter
Vice-presidente:ir.A.Lavrik
Diretor da Juventude: Ir. Jaime Nicolici
Chefe de Colportagem: Ir. G. Fronz
Eleição Literária: ir. D.Nicolici, C.T. Stewart e Jaime Nicolici (Editores ingleses).

A completa Comissão Executiva da Conf. Geral, consiste dos presidentes de todas as Uniões abaixo mencionadas:

União Brasileira: ir. A. Lavrik
União Alemã ir. J. Hartmann
União Búlgara ir. C. Lungoff
União Sulamericana sul ir. E. Laicovschi
União Sulamericana norte ir. M. Linares
União Australiana ir. C.T. Stewart
União Rumena ir. N. Moraru
União Europa do Leste ir. S.Eggarter
União USA ir. D. Nicolici
União Yuguslava: ir. F. Lausevic

ELEIÇÃO ESPECIAL

Irmãos D.Nicolici, C.T.Stewart, A. Lavrik, J. Hartmann, E. Laicovschi. Chamados a todos os crentes de todo o mundo, a ser um poderoso e fiel apôio, animando a estes encarregados em levar o pesado cargo, e de por um grande grupo de conselheiros na guia da Conf. Geral, como nunca antes foi.

A seguir há uma lista dos negócios da sessão.

N° 1 - Em concórdia com a determinação da Conf. Geral do ano 1948, do ir. Nicolici foi projetado uma condicional proposição e posto como exame.

Uma junta para Constituição e Estatutos foi escolhida, e um cuidadoso estudo das distintas contrariedades, em comunicação com os melhores métodos da administração, segundo a Bíblia e os Testemunhos, e uma rica experiência na administração, da obra, foi feita para prepraração desta constituição.

Nós cremos que causará grande alegria às distintas nações e, o meio será um progresso no futuro do Movimento, para constituir a união quando finalmente for concluído.

N° 2 - Os princípios de fé serão examinados e melhorados pelos delegados. Esta nova firmeza de nossa fé trará bênçãos e concordância de fé e prática em todas nossas filas. Aconselhamos a nossas Uniões, o mais breve possível traduzir os princípios e a constituição e imprimi-los, e enviá-los aos distintos Campos e Congregações de seus distritos. Esses dois pontos fundamentais de escritura, abrirão e espolearão um novo campo de estudo para nossos jovens, membros e obreiros, com entusiasmo e ânimo para seguir avante e levar a mensagem a todo o mundo.

Ñ° 3 - Os livros de Daniel e Apocalipse e muitos outros diversos títulos foram encomendados, o mais rápido possível para nossa atividade missionária, fazê-los já. É necessário que a mensagem dos últimos dias, que nos foi encomendada, seja proclamada com poder, à luz do céu. Devemos orar todos ao Senhor, para que Ele abra o caminho a homens e mulheres, para que com seus meios e habilidade nos ajudem, para levar esta grande obra a seu feliz término.

N° 4 - O órgão oficial da Conf. Geral será o "Reformation Herald". Nossos pastores e obreiros em todo o mundo, casa editoras, etc., terão que ajudar juntamente a difundir este órgão oficial. Mandai vossos artigos e experiências, perguntas simplificativas, e o que é de interesse geral para levantar e animar nosso povo.

N° 5 - Os delegados tem estudado a pergunta: Que posição devemos tomar com respeito ao governo? Dos Estados Unidos da América do Norte e da Austrália, foi declarado e plenamente aceito pela Conf. Geral.

N° 6 - A solicitação da União USA., para uma especial ajuda das diversas Uniões, e uma solicitação para todos os crentes em prol de uma ajuda para a instituição de uma casa editora, a qual terá que trabalhar em conjunto com a Conf. Geral na publicação da literatura inglesa, foi aceita. As instruções oficiais necessárias a este respeito, serão mais tarde enviadas às Uniões.

N° 7 - A pergunta dos casamentos dos divorciados foi letrada, e um relativo parágrafo foi lido e aceito pelos delegados. A seu tempo será explicada esta declaração, enviada às Uniões. (Nós estamos, com respeito a este ponto, de acordo com os antigos princípios).

N° 8 - A execução dos serviços de Deus serão geralmente sólidos, realizando-se em todo o mundo da mesma forma. Os pastores, obreiros e encarregados das Igrejas e juventude, receberão um livro ajudador do serviço de Deus com seus deveres referente a Deus e aos homens.

N° 9 - Um livro especial sobre a queda dos Adventistas do Sétimo Dia terá que ser preparado. Dirigimos a atenção de nossos irmãos e obreiros sobre isto e às igrejas, material e documentos, e se fosse possível no original, para que assim possa encontrar emprego para esse livro. n° 10 - Com respeito à obra missionária, dissertaram os delegados, como poderíamos ajudar nossos congêneres e levar a mensagem à suas casas. Essa solicitude da Missão foi aceita. Uma pequena revista relativa será preparada e enviada às Uniões.

N° 11 - Cartas de diversas Uniões foram lidas; especialmente, relativo a suas representações à Conf. Geral. Os problemas locais foram confiados nas mãos dos presidentes e da junta para seguir sendo tratados. Muitos outros pontos foram conferenciados e, o resultado será enviado às Uniões. Estas cartas que foram enviadas de Yuguslavia, Hungria, Bulgária, Rumênia, Checoslováquia e Polônia, com alegria e agradecimento as recebemos todas em amor e sinceras saudações cristãs e queremos alegres trabalhar com todos eles constantemente e unidos em todas as partes do mundo.

n° 12 - A determinação dos delegados a todos nossos irmãos antigos, os quais por diversas causas se têm apartado deste Movimento, é de estender um chamado de ano livre (anistia); foi aceito. Eles serão todos benvindos segundo a ordem da Igreja para voltar à congregação, se eles querem levar as coisas com seus irmãos na pureza; perdoar e esquecer o passado (Tiago 5:16).

Permitimos com a ajuda do Senhor, chegar à concórdia e fazer esforços para salvar almas em todo o mundo. O tempo é curto e todas as divergências terão que desaparecer. Fazemos chegar nosso convite e chamados benvindos a todos aqueles que realmente sentem uma necessidade de melhores experiências, e que sentem sobre o passado, e de novo, na unanimidade da fé e concordância com a constituição, desejam iniciar-se. Deixai morar entre nós paz e unidade, e a mensagem será recebida vivamente.

A Conferência finalizou em 31 de maio de 1951. Os delegados se despediram de nós para regressar a seus respectivos Campos.

Os irmãos Lavrik, Stewart e Nicolici, foram convidados pelos delegados da União Alemã, para apoiá-los na reorganização de seus campos. Também os delegados austríacos nos rogaram visitar e apoiar o labor em seu campo.

Solicitamos a todos nossos irmãos, orar pelos encarregados da Conferência Geral e, em verdadeira cooperação, lançar mão à difusão da obra em todo o mundo.

Fechamos este relatório com a expressão de sincero agradecimento a Deus por todo cuidado e proteção que teve por Sua obra e delegados, os quais concordaram pelos sagrados princípios deste

Movimento de Reforma. Amém.

Assinado:
C.T. Stewart - Secretário 

D. Nicolici - Presidente 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Ao fazer seu comentário lembre-se de falar sobre o tema da postagem e não coloque endereços de outros sites e blogs. Não publico comentários que não estejam de acordo com as regras.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...